Arquivo do mês: abril 2012

Cumprimento de normas técnicas não basta para eximir responsabilidade da empresa por acidente de trabalho

A 7ª Turma do TRT-MG manteve a condenação da construtora reclamada ao pagamento de indenização por danos morais a um empregado que sofreu acidente de trabalho ao cair de uma escada. Embora o reclamante também tenha tido culpa pela queda, em razão de sua obesidade e falta de destreza para subir os degraus, cabia à empregadora verificar as condições físicas do empregado para o desempenho da função, não bastando, para eximir-se da responsabilidade, o fato de ter instalado sistema de proteção na escada. Fonte: TRT/3. veja mais

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Brizola Neto (PDT-RJ) é o novo ministro do Trabalho

O deputado Brizola Neto (PDT-RJ) foi confirmado para o Ministério do Trabalho pelo Palácio do Planalto. Em nota divulgada nesta segunda, a presidente Dilma Rousseff manifestou confiança de que Brizola Neto ex-secretário do Trabalho do Rio de Janeiro, ex-vereador, deputado federal pelo PDT, prestará grande contribuição ao País. Fonte: O Estado de São Paulo.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

OJ 235: cortadores de cana devem receber horas extras e adicional

A recente alteração da OJ 235 da SDI-1 do TST, publicada no último dia 19 de abril, trouxe uma mudança favorável aos cortadores de cana. Antes, a OJ apenas definia que o empregado que recebe salário por produção e extrapola a jornada só tem direito ao adicional de horas extras. Nesse caso, não há pagamento de horas extras porque estas já são incluídas no salário normal. O pagamento se limita ao adicional. Mas com a alteração da OJ, abriu-se uma exceção para os cortadores de cana. A partir de agora esses trabalhadores têm expressamente reconhecido o direito ao pagamento das horas extras e do adicional respectivo. Fonte: TRT/3. veja mais

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Comissária da TAM consegue integrar ao salário valor de passagens concedidas gratuitamente

Uma comissária de bordo que trabalhou para a TAM Linhas Aéreas S.A. conseguiu, na Justiça do Trabalho, que fosse considerado parte do salário o valor referente a passagens aéreas nacionais e internacionais que a companhia concedia gratuitamente por ano à empregada. Como prevê o artigo 458 da CLT, as passagens foram consideradas salário utilidade – também conhecido como salário in natura –, pois a empresa não comprovou haver onerosidade para a trabalhadora. A TAM ainda recorreu ao Tribunal Superior do Trabalho para que excluísse a integração, mas a Quinta Turma rejeitou o apelo ao não conhecer do recurso de revista quanto a esse tema. Fonte: TST. veja mais

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Juiz Zéu Palmeira lança livro sobre acidentes do trabalho durante o CONAMAT

Livro será lançado no Congresso Nacional dos Magistrados do Trabalho

O juiz do trabalho Zéu Palmeira Sobrinho, que também é professor da Faculdade de Direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), lançará livro durante o Congresso Nacional de Magistrados do Trabalho (CONAMAT) que será realizado em João Pessoa, de 01 a 03 de maio.

Acidente do trabalho: crítica e tendências é o título do sexto livro editado pelo autor, sendo a quarta publicação com o selo da Editora Ltr. Pesquisador e estudioso dos temas jurídicos e sociais, Palmeira é atualmente coordenador do GESTO Grupo de Estudos Seguridade Social e Trabalho, da UFRN.

Veja mais. Fonte: TRT/21

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

CLT precisa de adequações à realidade

Prestes a completar 70 anos, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) – legislação que regulamenta o trabalho com carteira assinada no Brasil – tem dificuldades de acompanhar os avanços tecnológicos e mudanças na sociedade. A lei promulgada por Getúlio Vargas, em 1943, “a duras penas” para o trabalhador, reúne ainda um bom número de artigos que caducaram no confronto com outras leis. Neste 1º de maio, quando se comemora o Dia Mundial do Trabalho, o aplauso à maior conquista trabalhista brasileira vem junto com a crítica: é preciso se atualizar. Especialistas e trabalhadores concordam que as alterações não devem prejudicar direitos conquistados. veja mais. Fonte: Tribuna do Norte

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Dicas e leitura: aquisições 2012 (parte 5)

A Biblioteca do MPT/RN está disponibizando aos seus usuários as obras adquiridas em 2012. Clique aqui para ver referências e contéúdo.

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

Legislação trabalhista emperra cumprimento de sentenças, diz presidente do TST

O grande número de processos trabalhistas parados na fase de execução é decorrente da legislação vigente, afirmou o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), João Oreste Dalazen. Dos trabalhadores que têm suas causas julgadas, observou o jurista, mais de 70% não recebem seus direitos. Como exemplo, ele informou que, em 2011, a “taxa de congestionamento” fase de execução foi de 73,55% e, em 2010, de 76%”. A “taxa de congestionamento” é um índice utilizado pelo Conselho Nacional de Justiça para aferir produtividade do tribunal em um período, levando-se em conta o total de casos novos que ingressaram, os casos  baixados e o estoque pendente ao final do período. Fonte: Agência Senado. veja mais

Presidente do TST defende mudanças na execução trabalhista no Senado. Fonte: TST

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

(In)segurança do trabalho (37)

Foto da galeria Participe da votação da Seção Imagem da edição 245 - Maio/2012
Foto: Revista Proteção
Observem a ironia da frase que o trabalhador está escrevendo…

Deixe um comentário

Arquivado em (in)segurança no trabalho

Código Eleitoral anotado e legislação complementar – 2012 – TSE – faça o download

A 10ª edição do Código Eleitoral anotado e legislação complementar, veiculada em volume único, apresenta relevantes inovações e atualizações de conteúdo. Como novidade, essa edição traz a seção Notas inaplicáveis às eleições de 2010, criada em decorrência da decisão do Supremo Tribunal Federal que considerou a Lei Complementar n° 135/2010 inaplicável ao referido pleito.

Faça o download

Deixe um comentário

Arquivado em E-books, Bibliotecas Digitais

A história passa por aqui: STJ cria regras de gestão e preservação de documentos judiciais

Novas normas de gestão e preservação de documentos judiciais permitirão ao STJ dar ao seu acervo um tratamento que valorize os processos de interesse histórico. E eles não são poucos. A nova política facilitará a pesquisa sobre episódios recentes, como as disputas em torno das privatizações, ou mais antigos, como a luta contra a censura durante o regime militar. Fonte: STJ. veja mais

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

A questão do livro e leitura

Fundação Biblioteca Nacional assume o comando da política pública do livro

Duas grandes bibliotecas nacionais arrumam a casa, e enfrentam polêmicas. A de Nova York, fundada em 1895, anunciou um plano de renovação no valor de US$ 300 milhões que prevê a venda de filiais e a mudança de formato: quer deixar de ser apenas uma biblioteca de referência e abrir para o público, fazendo empréstimos e convidando as pessoas para usar as instalações. Para tal, terá de levar parte do seu acervo para lugares mais distantes. Estão previstos também um café e área para computadores, e o fechamento durante dois anos para as obras. Mais de 200 bibliotecários tradicionalistas, pesquisadores e escritores – Mario Vargas Llosa é um deles – assinaram uma carta de repúdio.

 O Brasil ainda não chegou ao ponto de querer mexer no bicentenário prédio da Biblioteca Nacional, no centro do Rio de Janeiro. Mas a instituição não deixa de estar no palco de outro debate: a centralização de toda a política pública do livro e leitura na Fundação Biblioteca Nacional. Fonte: O Estadão. veja a íntegra

Marcos de Paulo/AE 
Marcos de Paulo/AE

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Por que livros antigos têm o mesmo cheiro forte?

Quem já entrou num sebo sabe bem que os livros antigos parecem ter o mesmo cheiro. É cheiro forte, cheiro de antigo.. sabe aquele cheiro que a gente nem sabe explicar direito do que é, mas consegue reconhecê-lo à distância? Pois agora o mistério foi esclarecido por uma pesquisa da Universidade College London, no Reino Unido.

Apesar de o estudo ser inédito, a explicação é bem simples: um livro de papel é feito de material orgânico, que, por sua vez, reage ao calor, à luz, à umidade e aos químicos usados na sua produção. O cheiro característico é o resultado dessa reação, que vai ocorrendo com o passar do anos.

Além disso, o manuseio dos livros pelas mãos humanas, cheias de bactérias e substâncias, e o acréscimo de clips – que com o tempo vão oxidando – às páginas dos livros têm também parcela de ‘culpa’ na composição do cheiro de livros antigos.

Fonte: Revista Galileu. veja mais

Editora Globo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Livros digitais para dowload gratuito – Scielo Livros

Clique aqui para visitar o site.

Deixe um comentário

Arquivado em E-books, Bibliotecas Digitais

HUMOR: entrevista de emprego ao contrário

clique aqui para assistir o vídeo

 

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos