Arquivo da categoria: Diversos

Assuntos gerais

DIA DAS MÃES

“A mulher fia o filho

No silêncio do corpo

inaugura-se: mãe.

O ventre: curvatura de sol

levantando-se

em mansidão de horizonte.

De si própria se esquece:

tecelã da rosa que já

aflora

em crescimento lento

no seu sangue.”

Mãe, poema de Zila Mamede;

Exercício da Palavra, 1975.

Tela de Cândido Portinari, 1936.

Banner produzido por Carolina Villaça.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Documentário sobre trabalho infantil será exibido no dia 12 de outubro no Canal Futura

No Dia das Crianças (12/10), às 20h, o vai exibir o filme-documentário “Ser Criança – Um olhar para a infância e a juventude diante do trabalho no Brasil”. O trabalho é fruto de parceria entre o , o Canal Futura e a Transe Filmes.

Serviço:

– Ser Criança (documentário – duração: 26 min.)

  • Estreia no Canal Futura: dia 12/10, às 20h
  • Projeção e debate no Instituto Ling: dia 16/10, às 18h (Rua João Caetano, 440 – Bairro Três Figueiras, Porto Alegre)

Fonte: Transe Filmes

Fone: 51 3533 5700
Informações MPT: 51 3220 8200 (Bruna)

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

PRT21 agora tem a sua Rede Cultural

Multiplicar leitores e promover a interação entre colegas de trabalho são os objetivos da iniciativa

Natal (RN), 04/09/2018 – A Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região tem, desde o dia 6 de agosto, uma Rede Cultural. Idealizado por servidores, o projeto começou com uma minibiblioteca livremente compartilhada, localizada no térreo da sede da procuradoria, em Natal. Criada com a aspiração de proporcionar uma troca de vivências literárias entre servidores, a estante já recebeu as primeiras doações.

Romances, biografias, livros de poesia, filosofia, autoajuda são alguns dos exemplos de obras que podem ser doadas para a Rede Cultural. O foco são livros de entretenimento – nada de obras técnicas, didáticas ou jurídicas.

Qualquer pessoa pode participar da rede. Há um espaço, na estante, destinado à doação de livros. É só deixar um exemplar para que um colega possa partilhar de uma boa experiência literária. Ou levar um para casa.

A bibliotecária Eveline Knychala conta que a iniciativa propõe, além de estimular a leitura, uma melhoria nas relações entre colegas de trabalho. Para ela, a troca de experiências fortalece vínculos. “A ideia que tínhamos era de fazer uma biblioteca menos burocrática, sem cadastro prévio, nem prazos. Também pensamos em implementar, no futuro, outras trocas, como de filmes e música”, explica.

Os livros da rede cultural estão à disposição de servidores, membros, estagiários e terceirizados, no corredor do térreo que leva do Memorial do MPT-RN à copa.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos, Notícias gerais

Concurso MPU

É importante não confundir os ramos do MPU com os Ministérios Públicos dos Estados. Estes NÃO fazem parte do MPU. Apenas o nosso irmão, é mantido com recursos da União e, por expressa previsão constitucional, faz parte do MPU.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Estatísticas de gênero: responsabilidade por afazeres afeta inserção das mulheres no mercado de trabalho

A proporção de trabalhadores em ocupações por tempo parcial (até 30 horas semanais) é maior entre as mulheres (28,2%) do que entre os homens (14,1%). Isso pode estar relacionado à predominância feminina nos cuidados de pessoas e afazeres domésticos, aos quais as mulheres trabalhadoras dedicavam 73% mais horas do que os homens.

Seja no conjunto da população, seja no universo do trabalho, as mulheres são mais escolarizadas do que eles, mas o rendimento médio delas equivale a cerca de ¾ dos homens. Além disso, no Brasil, 62,2% dos cargos gerenciais (públicos ou privados) eram ocupados por homens enquanto que apenas 37,8% pelas mulheres, em 2016.

A dimensão educacional também revela a grande desigualdade existente entre as mulheres, segundo sua cor ou raça: 23,5% das mulheres brancas têm ensino superior completo, um percentual 2,3 vezes maior que o de mulheres pretas ou pardas (10,4%) que concluíram esse nível de ensino.

Na vida pública do país, apesar da existência de cota mínima (30%) de candidaturas de cada sexo em eleições proporcionais estabelecida pela Lei 12.034, em 2017, as mulheres eram apenas 10,5% dos deputados federais em exercício. Esta proporção (10,5%) é a mais baixa da América do Sul, enquanto a média mundial de deputadas é 23,6%.

Na esfera estadual e distrital, 26,4% dos policiais civis e 9,8% dos policiais militares eram mulheres. Apenas 7,9% dos municípios brasileiros contavam com delegacia especializada no atendimento à mulher em 2014.

Continua. Fonte: Agência IBGE

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Para marcar o Dia Internacional da Mulher, o Ministério Público do Trabalho (MPT) e a Organização Internacional do Trabalho (OIT) convidam todas(os) a buscar inspiração nas grandes mulheres que nos antecederam e abriram espaço para as conquistas atuais na luta pela igualdade de oportunidades e direitos. Há 15 anos, a Coordenadoria Nacional de Promoção de Igualdade de Oportunidades e Eliminação da Discriminação no Trabalho (Coordigualdade) do MPT atua para promover a igualdade de oportunidades para todas as pessoas.

#PraCegoVer

Imagem com fundo preto e foto no canto de Edith Gama, a mulher mais representativa da Bahia entre os anos 1930 e 1940. Sua obra “Problemas do Coração”, publicada em 1930, colocou-a em seu lugar de escritora ensaísta e profundamente tocada pelas questões femininas.

Na imagem, o texto: “o que não somos, nós outras, é essa multidão vibrátil, mais ingênua, pronta a extasiar-se com os efeitos de luz das metáforas eloquentes sobre os quadros de filha, esposa e mãe numa resignação com as belezas que se mostram e as fealdades que se escondem…o que não aprovamos…é tudo isso que decorre da desproporção de direitos e dos desencontros dos deveres.”

Trecho do discurso de Edith Gama proferido na inauguração da 2 Convenção Nacional Feminista, com homenagem a Bertha Lutz – 1934.

Fonte: MPT

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

No Dia Internacional da Mulher, oferecemos um poema de Maya Angelou: “Ainda Assim Eu Me Levanto” – (“Still I Rise”)

Ainda Assim Eu Me Levanto – (“Still I Rise”)

Você pode me inscrever na História
Com as mentiras amargas que contar,
Você pode me arrastar no pó
Mas ainda assim, como o pó, eu vou me levantar.
Minha elegância o perturba?
Por que você afunda no pesar?
Porque eu ando como se eu tivesse poços de petróleo
Jorrando em minha sala de estar.
Assim como lua e o sol,
Com a certeza das ondas do mar
Como se ergue a esperança
Ainda assim, vou me levantar
Você queria me ver abatida?
Cabeça baixa, olhar caído?
Ombros curvados com lágrimas
Com a alma a gritar enfraquecida?
Minha altivez o ofende?
Não leve isso tão a mal,
Porque eu rio como se eu tivesse
Minas de ouro no meu quintal.
Você pode me fuzilar com suas palavras,
E me cortar com o seu olhar
Você pode me matar com o seu ódio,
Mas assim, como o ar, eu vou me levantar
A minha sensualidade o aborrece?
E você, surpreso, se admira,
Ao me ver dançar como se tivesse,
Diamantes na altura da virilha?
Das chochas dessa História escandalosa
Eu me levanto
Acima de um passado que está enraizado na dor
Eu me levanto
Eu sou um oceano negro, vasto e irriquieto,
Indo e vindo contra as marés, eu me levanto.
Deixando para trás noites de terror e medo
Eu me levanto
Em uma madrugada que é maravilhosamente clara
Eu me levanto
Trazendo os dons que meus ancestrais deram,
Eu sou o sonho e as esperanças dos escravos.
Eu me levanto
Eu me levanto
Eu me levanto!

 

Ouça o poema recitado pelo jornalista Jorge Pontual no programa “Em Pauta”

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Trabalho infantil não é folia!

O Carnaval já está nas ruas e o MPT vem reforçar a campanha #Chegadetrabalhoinfantil neste perído com o slogan “Trabalho Infantil Não é Folia”. O objetivo é alertar os foliões, blocos e a sociedade em geral para a situação de crianças e adolescentes que trabalham invisíveis e desprotegidas no cenário de fantasias, alegria e confetes, com seus direitos fundamentais violados.
A campanha tem abrangência nacional e as peças ficam disponíveis para download aqui :https://goo.gl/jNPJxC

Deixe um comentário

07/02/2018 · 9:50

Feliz Natal, próspero Ano Novo e ótimas leituras!

árvore de natal 2013 - 1.1

Árvore de Natal de livros construída pela Biblioteca do MPT/RN em 2014. Foto: Biblioteca MPT/RN.

5 Comentários

Arquivado em Diversos

21 motivos para incluir – Dia Nacional da Luta das Pessoas com Deficiência

Link da exposição: https://ministeriopublicodotrabalho.pixieset.com/21motivosparaincluir/

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

30 fotos de trabalho infantil entre os anos de 1908 e 1916

Data: Outubro de 1908Local: Virgínia OcidentalDois garotos trabalhando na vidraçaria Lehr.Library of Congress / National Child Labor Committee Collection / Via Library of Congress / National Child Labor Committee Collection

Data: Outubro de 1908

Local: Virgínia Ocidental

Dois garotos trabalhando na vidraçaria Lehr.

Data: Janeiro de 1911Local: Pittston, PensilvâniaMeninos separadores trabalhando na Pennsylvania Coal Co. Uma espécie de capataz às vezes supervisionava os meninos, cutucando ou chutando-os até eles obedecerem.Library of Congress / National Child Labor Committee Collection

Data: Janeiro de 1911

Local: Pittston, Pensilvânia

Meninos separadores trabalhando na Pennsylvania Coal Co. Uma espécie de capataz às vezes supervisionava os meninos, cutucando ou chutando-os até eles obedecerem.

Data: Junho de 1910Local: Seaford, Delaware.A foto mostra Daisy Lanford, uma menina de 8 anos de idade que trabalhava na fábrica de conservas de Ross. Ela ajudava na máquina de tampas, mas não conseguia 'seguir o ritmo'. Ela colocava uma média de 40 tampas em latas por minuto e trabalhava em tempo integral. Essa foi a primeira temporada dela na fábrica de conservas.Library of Congress / National Child Labor Committee Collection / Via Library of Congress / National Child Labor Committee Collection

Data: Junho de 1910

Local: Seaford, Delaware.

A foto mostra Daisy Lanford, uma menina de 8 anos de idade que trabalhava na fábrica de conservas de Ross. Ela ajudava na máquina de tampas, mas não conseguia “seguir o ritmo”. Ela colocava uma média de 40 tampas em latas por minuto e trabalhava em tempo integral. Essa foi a primeira temporada dela na fábrica de conservas.

O impacto dessas imagens do fotógrafo Lewis Hine foi importante na mudança das leis de trabalho infantil nos E.U.A.

Veja todas. Fonte: BuzzFeed

 

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

Game Futuro em Jogo, fruto de uma parceria entre o TRT/MT, MPT e Sesi-MT, fala sobre escolhas de vida

Ah, mestre Yoda! Se todos os Jedis tivessem a sua sabedoria, muitos prodígios não iriam para o lado sombrio da força…

A que o Top of Mind nos paranauês da arte da levitação e do manejo do sabre de luz está se referindo é o Game Futuro em Jogo, fruto de uma parceria entre o TRT de Mato Grosso, o Sesi-MT e o Ministério Público do Trabalho.

Ele fala sobre DROGAS, TRABALHO, ESTUDO e como as escolhas na vida podem influenciar no futuro de cada um.

O jogo está disponível para download nas lojas da Apple Store e do Google Play ou para computador. No site do Tribunal tem um banner com os links (acesse aqui http://goo.gl/LHN1FT).

COMO O JOGO FUNCIONA?

Desenvolvido para um público a partir dos 10 anos, o jogo é um ‘runner’, um gênero em que o personagem se desloca continuamente e o jogador precisa desviar de obstáculos e coletar itens para avançar.

Ao longo da história, as crianças precisam enfrentar o vilão que oferece álcool e cigarros e ainda obriga o personagem a vender drogas para ele.

Quando fazem escolhas boas, como coletar instrumentos musicais, livros ou brincadeiras, o jogador fica mais rápido e o ambiente a sua volta permanece cheio de cor.

Se o jogador fizer escolhas ruins, como trabalho infantil, bebidas ou cigarros, o jogo fica mais lento e sem cor até chegar um momento em que perde o jogo e recebe a mensagem: ‘Escolhas ruins fecham os caminhos’.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

28 filmes para o Dia do Trabalhador

28 filmes para o Dia do Trabalhador

por Vanuza Moreira Braga, na História, Memória e Cinema

Em homenagem ao Dia do Trabalhador, selecionamos 28 filmes que oferecem possibilidades de reflexão sobre o mundo do trabalho e podem ser assistidos online. Confira. Fonte: Revista Forum

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

21 de Abril de 1792: Tiradentes é Enforcado no Rio de Janeiro.

Órfão de pai e mãe aos 11 anos de idade foi criado pelo padrinho, cirurgião, de quem aprendera noções de medicina. Foi tropeiro, mascate, minerador e médico prático.

Com pouco mais de 30 anos, assentou-se praça no posto de Alferes da Sexta Companhia do Regimento de Cavalaria Regular da Capitania de Minas Gerais. Não tinha formação escolar, porém era assíduo frequentador de livrarias no Rio de Janeiro.

A constituição americana era seu livro de bolso e, baseado nela, defendia a tese de que se o Brasil fosse um país livre e republicano, seria ainda maior que a “América”.

Preso em 10 de maio de 1789, foi condenado a morte em 1791, morreu por enforcamento, seguido de decapitação e esquartejamento, a 21 de abril de 1792.

Conheça o livro de batizados (Assento de batizados) da reg. de N. S. do Pilar, onde na página 151 consta o registro de Batismo de Joaquim José da Silva Xavier:

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_manuscritos/mss83/mss83.pdf

Leia também os Autos da devassa relativa à premeditada conjuração de Minas Gerais de 1789:

http://objdigital.bn.br/acervo_digital/div_manuscritos/mss1289278/mss1289278.pdf

Fonte: Fundação Biblioteca Nacional

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

30 fotos chocantes de trabalho infantil entre os anos de 1908 e 1916

O impacto dessas imagens do fotógrafo Lewis Hine foi importante na mudança das leis de trabalho infantil nos E.U.A. Acesse. Fonte: Buzzfeed.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos