Arquivo da tag: hábito de leitura

Leitura em números (estatísticas nacionais e internacionsi sobre a leitura no Brasil)

leitura em números
O compêndio “Leitura em Números”, produzido pelo Instituto Ecofuturo, traz um amplo cenário dos hábitos de leitura e biblioteca no Brasil a partir de diferentes bases de dados, produzidas por instituições públicas ou cedidas gentilmente por organizações privadas.  Esta ferramenta poderá ser utilizada como mais um recurso para identicar fragilidades e oportunidades no processo de desenvolvimento da leitura ao seu redor ou no âmbito do seu trabalho. Clique aqui para acessar.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Confira dicas de livros clássicos para presentar o seu filho

Confira dicas de livros clássicos para presentar o seu filho Fernando Gomes/Agencia RBS

Incentivar a leitura desde cedo é fundamental para a formação de adultos leitores.

A melhor forma de aproximar os pequenos do mundo das letras é incentivá-los a ler desde pequenos. Escolha algum desses clássicos da literatura infantil para presentar o seu filho.

Confira algumas dicas:

Reinações de Narizinho, de Monteiro Lobato

Um clássico da literatura infantil brasileira que continua atual como nunca. O livro deu origem à série Sítio do Pica-Pau Amarelo e exibe as aventuras dos personagens Emília, Pedrinho e Narizinho, Visconde de Sabugosa, Dona Benta e Tia Nastácia.

O Menino Maluquinho, de Ziraldo

Lançado em 1980, o livro conta com um protagonista divertido, travesso e arteiro. Este personagem vive sua juventude ao lado dos companheiros de traquinagem _ o fofinho Bocão, Junin, Lúcio, Herman, Julieta, Carol e Nina. Juntos eles brincam, conversam e se divertem.

Veja mais na fonte: Biblioteca da UCS.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Cinco maneiras de ler mais livros

Universia Brasil – 04/09/13

iconeleitura1

A leitura pode trazer diversos benefícios para a vida de uma pessoa. Com ela você expande os seus horizontes, aumenta o seu nível de cultura, ganha mais vocabulário e, em consequência, se torna uma pessoa mais inteligente. Porém, para alcançar todas essas vantagens é preciso fazer da leitura um hábito. Se você ainda não tem intimidade com os livros e quer se tornar alguém mais inteligente, veja dicas que vão ajudá-lo a ler mais livros:
1. Tenha sempre um livro O melhor incentivo para ler mais livros é ter um exemplar sempre à mão. Leve um livro com você para onde você for, assim você pode utilizar o tempo livre para adiantar sua leitura.
2. Use os recursos digitais Pesquisas sobre experiência de usuário mostram que cada vez mais as pessoas usam aplicativos ou recursos digitais para leitura. Se você não quer o peso de um livro, opte pela versão digital dele. Dessa maneira você pode ler no seu tablete ou mesmo no smartphone.
3. Grife as partes interessantes É comum se distrair por alguns momentos durante a leitura e ter de acabar voltando várias páginas para entender o contexto do que está sendo discutido. Para evitar esse tipo de problema, uma boa saída é grifar o que você considera mais importante, independentemente de ser um livro técnico ou de ficção. Isso vai fazer com que você se mantenha atento ao que está lendo e evita a perda de tempo por voltar a conteúdos que você já viu.
4. Alterne leituras fáceis e difíceis Existem leituras mais complexas que outras, o que pode desmotivar você e destruir seu interesse. Por isso, uma boa estratégia é alternar entre leituras mais difíceis e outras simples. Não é vergonha nenhuma ler livros de entretenimento, ninguém precisa ler apenas grandes nomes da literatura mundial ou obras que discutem temas profundos e complexos. Tente adaptar sua lista para que ela seja confortável para você.
5. Crie um hábito A leitura pode ser maçante no começo, mas se tornará mais simples conforme você pratica. Por isso é fundamental que você não desista no primeiro livro que considerar difícil, vá em frente e crie o hábito de ler. Uma boa ideia é estabelecer metas. Quantos livros você quer ler no período de um mês? Aumente os objetivos conforme você perceber que a leitura está fluindo melhor.

1 comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

O brasileiro lê em média 4 livros por ano

Fonte: Biblioteca da Câmara

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

Pela leitura “slow”

Leitura dinâmica

Eu passo todo dia por um outdoor que promete que uma pessoa pode ler um livro de duzentas páginas em vinte minutos, se usar um determinado método de leitura rápida. Quando vou ao supermercado, eles também estão lá, os vendedores do tal método. Parece que todo mundo tem necessidade de ler depressa.

(…)

Eu acho um contra-senso que com índices tão grandes de analfabetismo funcional haja preocupação em ler rápido. Isso só piora as coisas. Antes de ler rápido, é preciso ler bem. Quem não tem intimidade com as letras precisa mais ainda da leitura lenta. Esse leitor deve ser estimulado a fazer justamente o contrário da leitura dinâmica: ele deve voltar aos trechos difíceis, pensar no assunto, procurar o significado das palavras, entender o que o autor quis dizer. A velocidade vem com o tempo e com a própria leitura. (continue lendo) Fonte: Livros e afins

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

A leitura é um esporte

Para ser leitor, assim como no caso de um atleta de alta performance, é preciso mais do que talento ou simples vocação. Antes, são necessárias condições de treino e desenvolvimento para que a tarefa se desenvolva por completo. Esta é a tese do português José Jorge Letria para a manutenção do hábito de leitura entre crianças e jovens. “É bom que se perceba que são os autores dessa área (infantojuvenis) que formam os leitores para os livros de Clarice Lispector, José Saramago, Jorge Amado ou António Lobo Antunes. Quem não começa por um lado dificilmente chega ao outro”, afirma o presidente da Sociedade Portuguesa de Autores.

No Brasil para a 22° Bienal Internacional do Livro de São Paulo e o lançamento de Brincar com as Palavras, o autor, vencedor do prêmio da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil de melhor livro de literatura em língua portuguesa com Avô, Conta Outra Vez, revela a Carta Fundamental como ter filhos e netos o impulsionou para o gênero e do papel fundamental da família na manutenção e incentivo dos hábitos de leitura. (continue lendo) Fonte: Carta Capital

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Pesquisa mostra que estágiarios perdem vagas em empresas por falta de leitura

Clique aqui para assitir à reportagem. Fonte: Bom Dia Minas

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Quem nunca espiou a leitura alheia?

Qual é a sua primeira reação quando você está no transporte público e seus olhos encontram uma pessoa completamente imersa na leitura de um livro? Um leitor ávido com certeza tentaria ver a capa para descobrir o título da obra, certo?

Foi dessa curiosidade que nasceu o projeto Underground New York Public Library, da fotógrafa amadora Ourit Ben-Haim. Com sua Canon 5D, a marroquina registra pessoas lendo no metrô de Nova York e reúne as fotografias no miniblog, acompanhadas de legendas com o título e o autor do livro.

 "The Talmud"

 

"Teología Bíblica Y Sistemática", by Myer Pearlman

 

"What Is The What", by Dave Eggers

 

"God Knows" by Joseph Heller

 

"Life", by Keith Richards

 

"Love Goes to Buildings on Fire: Five Years in New York That Changed Music Forever", by Will Hermes

 

"The Art of Fielding", by Chad Harbach

 

"A Feast For Crows", by George R. R. Martin

 

"Less Than Zero", by Bret Easton Ellis

Veja mais. Fonte: Biblioteca de São Paulo

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Prefeitura proíbe distribuição de livros gratuitos em São Paulo

A organização não-governamental Educa São Paulo havia programado para a manhã de segunda-feira (10), a distribuição de cerca de 8.000 livros, entre obras de literatura brasileira, livros infantis e gibis, no Viaduto do Chá, região central.

A intenção era, além de incentivar a leitura, protestar contra o abandono das bibliotecas da cidade, que, segundo o presidente da ONG, Devanir Amâncio, “têm livros, mas não têm leitores.” Uma perua Kombi estacionou no Viaduto do Chá por volta das 23h de domingo (9) para organizar e separar os títulos por autor e gênero, mas foram impedidos.

Quatro guardas-civis metropolitanos disseram para os integrantes da ONG que eles deveriam ter autorização da prefeitura para realizar a distribuição. “Eles disseram que estavam em alerta, esperando pela ação, e que a ordem era impedir”, disse Amâncio. A iniciativa, intitulada Bienal Relâmpago, agora será transformada em Bienal Móvel. Segundo Amâncio, duas Kombis – equipadas com aparelhos de som e faixas – percorrerão locais movimentados da região central da cidade oferecendo livros às pessoas. (continua). Fonte: Pragmatismopolitico.com

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Livro detalha o mapa da leitura no Brasil

Brasileiro lê por espontânea vontade apenas um livro por ano. Para ser um país de leitores, professores, famílias e bibliotecas deveriam mudar

Se os professores fossem também leitores e mediadores de leitura, se as famílias tivessem livros em casa e os pais costumassem lê-los na frente das crianças – e também para elas -, e se as bibliotecas fossem atrativas tanto na forma quanto no conteúdo, é possível que o Brasil ganhasse, enfim, a alcunha de um país de leitores, sonho acalentado e expressão repetida à exaustão por entidades do livro e representantes governamentais.

Essa é, basicamente, a fórmula da socióloga Zoara Failla para a solução do problema. Ela é coordenadora da pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, apresentada em março, e organizadora de livro homônimo, lançado agora na Bienal do Livro. (continua) Fonte: Último Segundo

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Concurso de blogs estimula estudantes a compartilhar leituras em 16 países

Um dos principais desafios atuais em todos os sistemas educacionais do mundo é encontrar uma maneira de estimular o hábito da leitura entre os jovens. Um projeto da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura (OEI) e da Fundação SM buscou unir o livro à internet, principal meio de comunicação entre os jovens. E o resultado surpreendeu os organizadores: mais de 800 alunos entre e 12 e 15 anos participaram da iniciativa “¿Qué estás leyendo? (O que estás lendo?)”, que incentivou os participantes a compartilhar informações sobre livros e outras plataformas de leitura. (continua) Fonte: Último Segundo

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Hábito de ler está além dos livros, diz um dos maiores especialistas em leitura do mundo

Um dos maiores especialistas em leitura do mundo, o francês Roger Chartier destaca que o hábito de ler está muito além dos livros impressos e defende que os governos têm papel importante na promoção de uma sociedade mais leitora.

O historiador esteve no Brasil para participar do 2º Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, realizado pela Universidade Estadual de Maringá (UEM). Em entrevista à Agência Brasil, o professor e historiador avaliou que os meios digitais ampliam as possibilidades de leitura, mas ressaltou que parte da sociedade ainda está excluída dessa realidade. “O analfabetismo pode ser o radical, o funcional ou o digital”, disse. Por: Amanda Cieglinski. Fonte: Agência Brasil. leia entrevista

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Como transformar o Brasil em um país de leitores

Não é por que o livro é caro, nem por que faltam bibliotecas: os brasileiros que não leem alegam desinteresse e falta de tempo. Apesar de acreditar-se que a leitura é um hábito importante para a formação do indivíduo, são poucos os brasileiros que efetivamente leem. Essa é uma das conclusões do seminário “Por um país de leitores: mobiliza, Brasil”. Realizado em abril no SESC Vila Mariana pela Fundação Itaú Social em parceria com o Cenpec (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária). Fonte: Jornal da Manhã. veja mais

O problema do acesso ao livro já foi superado, mas faltam tempo e interesse

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Brasileiro lê, em média, quatro livros por ano

Brasília – O brasileiro lê em média quatro livros por ano e apenas metade da população pode ser considerada leitora. É o que aponta a pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, divulgada hoje (28) pelo Instituto Pró-Livro. O estudo realizado entre junho e julho de 2011 entrevistou mais de 5 mil pessoas em 315 municípios.

Fonte: Agência Brasil. veja íntegra

Veja também

Brasileiro consome mais, mas lê menos Fonte: Valor Econômico

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos