Arquivo da tag: cinema

14 filmes especiais com grandes mulheres da literatura

the-bronte-sisters

Histórias reais quase sempre emocionam e quando elas dizem de escritoras e poetisas, as quais admiramos, parece que o fascínio se torna ainda maior. Em comum nessa lista de 14 filmes biográficos estão grandes mulheres que com poesia e prosa mudaram o mundo. Cada filme, com sua peculiaridade, é capaz de despertar em nós interesse, fascinação e até mesmo desapontamento, pois como leitores não cansamos de idealizar aquelas que um dia nos sussurraram aos ouvidos as mais belas palavras. Espero que gostem da seleção! Clique aqui para ver. Fonte: Notaterapia.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

28 filmes para o Dia do Trabalhador

28 filmes para o Dia do Trabalhador

por Vanuza Moreira Braga, na História, Memória e Cinema

Em homenagem ao Dia do Trabalhador, selecionamos 28 filmes que oferecem possibilidades de reflexão sobre o mundo do trabalho e podem ser assistidos online. Confira. Fonte: Revista Forum

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

Dia Internacional da Mulher: uma data superada?

Dia Internacional da Mulher: uma data superada?

No filme “As Sufragistas” (2015), que aborda o início da produção industrial, o assédio masculino sobre mulheres subordinadas a sua autoridade no trabalho é fato recorrente. Fotografia: Divulgação/Universal Pictures

Há alguns anos atrás, participando de um debate alusivo à data de 8 de março – Dia Internacional da Mulher – ouvi de outras participantes (uma jornalista e uma psicóloga) a opinião de que a data era coisa superada tendo em vista as grandes conquistas das mulheres nas últimas décadas em todas as esferas da vida.
Conquistas? Que conquistas? Podem assim ser consideradas práticas vigentes ao redor do mundo, tais como o apedrejamento de mulheres por suspeita de adultério, a mutilação genital de meninas e jovens, o casamento obrigatório escolhido pelo pai, a proibição de mostrar o rosto, estudar, escolher uma profissão, andar desacompanhada na rua, dirigir automóvel, ser punida com a morte por desobediência ao marido, a prática recorrente da agressão física, psíquica e sexual dentro da própria família, na defesa masculina da concepção de posse sobre as mulheres, entre tantas outras atrocidades? Continua. Fonte: Democracia e Mundo do Trabalho.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

Documentário: A vida dentro de uma mega obra

 
Revolta, paixões, ambição, mortes. Documentário revela os bastidores da construção de Jirau, uma das maiores usinas hidrelétricas do Brasil.
reporterbrasil.org.br

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Documentário: “A morte do trabalhador”

 
Sinopse: A Morte do Trabalhador é um documentário sobre grupos de trabalhadores com profissões miseráveis e perigosas: os “heróis” de Donbass; os “fantasmas” das montanhas de Java; os “leões” nigerianos; os “irmãos” de Gaddani; os operários chineses de olhos postos no “futuro”.

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

10 Filmes adaptados de obras da literatura brasileira

Literatura Brasileira: das páginas dos livros às telas dos cinemas.
homoliteratus.com

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

O trabalho no cinema: terceirização, pão e rosas.

Terceirização, pão e rosasCena do filme ‘Pão e Rosas’. Divulgação

Lorena Holzmann

 Quando está em pauta, no Brasil, a votação de um projeto que altera e alarga as regras da terceirização no país, a abordagem do filme Pão e Rosas (Bread and Roses, Ken Loach, 2000) é recurso apropriado para orientar um debate sobre essa condição de inserção no mercado de trabalho e seus efeitos para os trabalhadores.

Os personagens de Pão e Rosas são trabalhadores na limpeza de grandes edifícios comerciais em Los Angeles. Não pertencem aos quadros dos funcionários dos condomínios em que trabalham; são contratados pela maior empresa americana de locação de mão de obra, vencedora da concorrência por ter oferecido menor preço. Este é possibilitado pela redução do custo do trabalho, ou seja, menores salários pagos aos faxineiros.

Esse amplo contingente de trabalhadores vivencia todas as mazelas de um trabalho precarizado, cujas configurações locais se diferenciam, em decorrência das particularidades de cada contexto. Nesse filme, elas se referem aos Estados Unidos, mas muitas delas podem ser recorrentes em âmbito global. Continua. Fonte: Democracia e Mundo do Trabalho.

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

De Vargas a Lula, documentário discute a industrialização

Cena do filme 'Um Sonho Intenso'

Longa é dirigido pelo cineasta José Mariani, professor de Cinema e Documentário da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro

O documentário Um sonho intenso lança luz sobre o processo multifacetado, complexo e contraditório, raramente bem compreendido, da industrialização e do nacional-desenvolvimentismo.

Constituído por depoimentos de economistas com visão histórica, foi concebido pelo cineasta José Mariani, professor de Cinema e Documentário da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, a partir de “janelas de conhecimento” surgidas na elaboração de dois outros trabalhos, sobre cientistas brasileiros e o economista Celso Furtado. Abrange o período entre os anos 1930, da Grande Depressão mundial, aniquiladora da economia cafeeira no Brasil, e o momento atual.  Continua. Fonte: Carta Capital.

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

10 Filmes adaptados de obras da literatura brasileira

cidade_de-Deus

Quando o assunto é “o livro virou filme” sempre vem à tona algumas discussões acerca da fidelidade ao texto literário, além do velho comentário de que o livro é melhor que o filme. Mas pensem: ao lermos uma obra, cada um a interpreta de uma maneira diferente, cada um tem suas perspectivas e sensações a respeito daquilo que lê. Além disso, o tempo para a obra cinematográfica é um tanto reduzido, o que não permite reproduzir todos os detalhes de uma narrativa.

A obra literária não é fechada, cabe ao leitor interpretá-la de forma subjetiva, seja consciente ou inconscientemente. O sucesso do texto literário só é obtido quando o leitor adiciona a ele suas experiências de vida, quando traz suas bagagens, isto é, seu conhecimento de mundo. Já dizia João Ubaldo Ribeiro, a respeito do romance, que: “Um romance são tantos romances quantos forem seus leitores”. Portanto, não podemos sempre esperar que um filme acerte em cheio, que seja extremamente fiel ao livro e à nossa interpretação.

Mas vamos ao que interessa. Separamos, hoje, uma modesta lista de obras da literatura brasileira que foram parar nas telas de cinema. Será que vocês já assistiram alguns deles? Confiram. Fonte: HomoLiteratus

 

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura, Literatura, Livros, Língua Portuguesa

28 filmes para o Dia do Trabalhador

28 filmes para o Dia do Trabalhador

por Vanuza Moreira Braga, na História, Memória e Cinema

Em homenagem ao Dia do Trabalhador, selecionamos 28 filmes que oferecem possibilidades de reflexão sobre o mundo do trabalho e podem ser assistidos online. Confira. Fonte: Revista Forum

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

5 filmes sobre escritores

 
Filmes que têm como temática a vida do escritor. Fonte:homoliteratus.com

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

10 Filmes adaptados de obras da literatura brasileira

cidade_de-Deus

Quando o assunto é “o livro virou filme” sempre vem à tona algumas discussões acerca da fidelidade ao texto literário, além do velho comentário de que o livro é melhor que o filme. Mas pensem: ao lermos uma obra, cada um a interpreta de uma maneira diferente, cada um tem suas perspectivas e sensações a respeito daquilo que lê. Além disso, o tempo para a obra cinematográfica é um tanto reduzido, o que não permite reproduzir todos os detalhes de uma narrativa.

A obra literária não é fechada, cabe ao leitor interpretá-la de forma subjetiva, seja consciente ou inconscientemente. O sucesso do texto literário só é obtido quando o leitor adiciona a ele suas experiências de vida, quando traz suas bagagens, isto é, seu conhecimento de mundo. Já dizia João Ubaldo Ribeiro, a respeito do romance, que: “Um romance são tantos romances quantos forem seus leitores”. Portanto, não podemos sempre esperar que um filme acerte em cheio, que seja extremamente fiel ao livro e à nossa interpretação.

Mas vamos ao que interessa. Separamos, hoje, uma modesta lista de obras da literatura brasileira que foram parar nas telas de cinema. Será que vocês já assistiram alguns deles? Confiram: Fonte: Homolitaratus

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

As 100 cenas mais marcantes da história do cinema em 5 minutos

O CineFix, canal do YouTube especializado em cinema, criou uma montagem incrível em que se propôs a reunir as 100 cenas mais marcantes do cinema de todos os tempos. Pode-se dizer que essa não é uma tarefa fácil e que o resultado pode gerar muita discussão. Mas a seleção do canal foi bem feita e, mesmo que haja uma discordância aqui ou ali, no geral, muita coisa boa foi lembrada. Ao dar o play é inevitável não morrer de vontade de rever alguns clássicos. Acesse. Fonte: Catraca Livre.

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

Filme: Vidas Secas, de Nélson Pereira dos Santos

Em 1941, pressionados pela seca, uma família de retirantes composta por Fabiano, Sinhá Vitória, o menino mais velho, o menino mais novo e a cachorra Baleia, atravessa o sertão em busca de meios para sobreviver. Seguindo um rio seco, eles chegam a um casebre abandonado nas terras do fazendeiro Miguel, quando em seguida há uma chuva. Com a recuperação dos pastos, o proprietário retorna com o gado, e a princípio os repele, mas Fabiano diz que é vaqueiro e que a família pode ajudar em vários serviços, então são aceitos. A família tem esperança de prosperar, Sinha Vitória sonha com uma cama com colchão de couro e Fabiano em ter seu próprio gado. Mas, ao final do primeiro ano de muito trabalho e dificuldades, perceberão que apesar de tudo, a miséria da família persiste e nova seca está para assolar novamente o sertão.

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

Biblioteca do Congresso dos EUA elege 25 clássicos do cinema americano a serem preservados

Pulp Fiction“Filmes mais antigos correm o risco de se perder, então devemos protegê-los para garantir a permanência da herança criativa e cinematográfica do país”, diz James Billington, um dos responsáveis pela biblioteca. “Esta lista de 25 filmes demonstra a vitalidade e a diversidade extremas do nosso cinema.”

A Biblioteca do Congresso dos EUA incluiu mais 25 filmes no National Film Registry. A seleção é composta de produções consideradas fundamentais na história do cinema do país – e que, portanto, devem ser preservados pelo governo.

“Filmes mais antigos correm o risco de se perder, então devemos protegê-los para garantir a permanência da herança criativa e cinematográfica do país”, diz James Billington, um dos responsáveis pela biblioteca. “Esta lista de 25 filmes demonstra a vitalidade e a diversidade extremas do nosso cinema.”

Na lista, estão clássicos como Pulp Fiction, de Quentin Tarantino; Mary Poppins, de Robert Stevenson; Os Eleitos, de Philip Kauffman; Gilda, de Charles Vidor; Quem Tem Medo de Virginia Woolf?, de Mike Nichols; e Sete Homens e um Destino, western de John Sturges.

Entre as produções menos conhecidas estão Daughter of Dawn, de 1920, a primeira a contar com um elenco completamente formado por indígenas; Ella Cinders, de Alfred Green, de 1926; Decasia, de Bill Morrison, lançado em 2002; e Idade Perigosa, de William Wellman, de 1933. Outros destaques da lista são o documentário Roger e Eu, de Michael Moore (1994), e O Homem Tranquilo, com John Wayne (1952).

>> Veja a relação completa Fonte: Blog do CRB6 e Estadão.

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura