Crianças do PA começam a trabalhar de forma irregular mais cedo, diz MPT

De 2013 a 2014, crescimento do trabalho infantil ultrapassou 70%. Segundo o Dieese, a maioria das crianças está na área agrícola.

Dados do Ministério Público do Trabalho (MPT) apontam que o Pará está entre os estados do Brasil onde as crianças começam mais cedo a trabalhar de forma irregular. Somente na região Norte do país, de 2013 a 2014, houve um grande crescimento no quantitativo de crianças em ocupação, ultrapassando 70%.

Na última semana, crianças e adolescentes foram flagrados vendendo  produtos no meio da rodovia BR-316. “O trabalho infantil ou a ocupação infantil não é natural e não faz parte desse período da vida da criança, que precisa da socialização, ou seja, na escola, na família e principalmente na comunidade”, explica o vice- presidente da comissão da criança e adolescente, Raimundo Dickson.

Segundo o procurador José Carlos Azevedo, os municípios com histórico de exploração do trabalho infantil recebem uma verba para a erradicação da atividade. “A maioria até desconhece a serventia da verba. Aí essa verba fica parada”, explica. Continua. Fonte: G1/PA

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s