Seara é processada em R$ 25 milhões por más condições de trabalho

JBS compra Seara BrasilFoto: Divulgação/EXAME

A Seara, empresa do ramo alimentício, foi processada por irregularidades no meio ambiente de trabalho da empresa, especialmente quanto à segurança, saúde e jornada dos trabalhadores da fábrica de Nuporanga (SP). O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Campinas (SP) pede à Justiça a condenação do frigorífico em R$ 25 milhões por danos morais coletivos e à adequação das relações de trabalho conforme a legislação trabalhista vigente. O processo tramita na Vara do Trabalho de Orlândia (SP).

A ação é resultado de fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), que lavrou 69 autos de infração contra a empresa. Os fiscais flagraram jornada excessiva – incluindo falta de intervalos, pausas legais e de descanso semanal – ausência de proteções coletivas importantes, inclusive contra a exposição à amônia.

Havia ainda ausência de proteções em máquinas, falta de medidas para redução de ruídos e de acesso a câmaras frias, falta de treinamento e a não realização de rodízios de atividades. Essa prática sobrecarrega os membros do corpo e contribui para o aparecimento de doenças ocupacionais por movimentos repetitivos. Continua. Fonte: MPT.

Veja também: MPT pede multa à Seara por irregularidades em frigorífico. Fonte: Exame.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s