Peruanos resgatados de trabalho escravo serão indenizados

 
Acordo foi firmado entre confecção, Ministério do Trabalho e MP. Grupo trabalhava em oficina em Itaquaquecetuba.

Os peruanos resgatados em regime análogo à escravidão em uma oficina de costura em Itaquaquecetuba serão indenizados. O pagamento será feito pela confecção que terceirizava a mão-de-obra do grupo. A decisão saiu em um acordo entre a empresa, o Ministério do Trabalho e o Ministério Público na capital.

Ao todo dez trabalhadores peruanos receberão as indenizações. O valor é de aproximadamente R$ 10 mil depositados em conta bancária em três parcelas. O valor corresponde aos salários e direitos negados durante o tempo em que os funcionários ficaram trabalhando na oficina em Itaquaquecetuba, cerca de três meses em média. Eles também já receberam R$ 1 mil, como a primeira parte da indenização, além de três parcelas de um salário mínimo do seguro desemprego.
A empresa tem duas opções, segundo o Ministério do Trabalho, ou contrata todos os imigrantes com carteira assinada ou paga a passagem de avião daqueles que quiserem retornar ao Peru.

g1.globo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s