Operários resgatados em situação de escravidão no CE dormiam em curral

Trabalhadores eram mantidos em situações precárias, segundo fiscais (Foto: Ministério do Trabalho/Divulgação)Trabalhadores eram mantidos em situações precárias, segundo fiscais (Foto: Ministério do Trabalho/Divulgação)

Trinta e quatro trabalhadores em situação análoga à de escravo foram resgatados em Ibiapinae Pentecoste, no interior do Ceará, em operações realizadas por fiscais da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. Cinco deles eram abrigados em curral de gado de uma fazenda, “sem as mínimas condições de higiene em situação que afronta a dignidade do ser humano”.

Segundo o Ministério do Trabalho, os trabalhadores resgatados em Ibiapina foram aliciados no Rio Grande do Norte, transportados clandestinamente para o município cearense, para trabalhar na construção de casas do Programa Minha Casa Minha vida, do Governo Federal. Eles foram alojados nas casas que estavam sendo construídas, sem instalações sanitárias, sem energia elétrica e água encanada. Além disso, a empresa contratante não fornecia alimentação regularmente. Continua. Fonte: G1.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s