Da vida doméstica ao trabalho formal: uma análise do processo de inserção de donas de casa no mercado de trabalho

Hosana Suelen Justino Rodrigues e Jesus Izquierdo

Resumo: Amparados pelos resultados do processo de pesquisa empírica em Ciências Sociais, analisaremos as possíveis mudanças na vida de um grupo de mulheres após a sua entrada no mercado de trabalho. Discutiremos a temática a partir das imbricações entre gênero, trabalho e dominação masculina. Constatamos que existe uma estreita relação entre o trabalho remunerado e a independência feminina, a qual contribui para que a mulher se posicione frente às formas de dominação masculina em seu núcleo familiar. Destacamos a entrada da mulher no mercado de trabalho, como ponto de partida de um processo social que conduz a uma reorganização das estruturas de poder, dominação e resistência tanto masculinas, quanto femininas. As mulheres que se mantêm no mercado de trabalho se percebem e passam a ser vistas pelos outros com olhares mais valorativos.

Fonte: Revista Ártemis, João Pessoa, v. 18, n. 1, p. 228-238, jul./dez. 2014.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s