MPT flagra novo caso de trabalho escravo com chineses

O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ), em conjunto com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), resgatou quatro trabalhadores chineses submetidos a condições análogas às de escravo em uma pastelaria de São Cristóvão, na Zona Norte do Rio. Eles relataram à polícia que atuavam sem registro na carteira de trabalho, em jornadas exaustivas (mais de 10 horas) e sem descanso intrajornada. O resgate ocorreu durante operação realizada entre 28 e 31 de julho.

Parte dos salários dos estrangeiros estava retida pelo dono da pastelaria, que também era chinês. Eles viviam sem condições de higiene em um mesmo apartamento localizado no andar superior ao estabelecimento. Os jovens – uma mulher e três homens entre 20 e 27 anos – contaram que saíram da China já com a promessa de trabalho em pastelaria do Rio. Eles atuaram de um mês e meio a um ano no estabelecimento. Continua. Fonte: PGT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s