Empregadores flagrados com trabalho escravo podem ser presos

 

A procuradora Ministério Público do Trabalho, Maria Helena Rego, informou que as empresas flagradas com trabalhadores em situação análoga à escravidão serão multadas. Em entrevista ao Notícia da Manhã, desta quarta-feira (28), ela destacou que, a maioria são empresas reincidentes que desobedeceram o prazo para regularizar a situação. Ao todo, 153 trabalhadores de quatro empresas foram flagrados em situação de trabalho degradante, o que pode levar à prisão dos empregadores.

“Já estamos realizando esse trabalho há algum tempo. No primeiro ano fizemos um trabalho de conscientização, informação e orientação. No ano passado, iniciamos a fiscalização com os auditores fiscais do trabalho. Em 2015, encontramos empresas repetindo as mesmas práticas irregulares. Então, as empresas serão multadas, pois haviam firmado o compromisso de regularizar a situação em 2014”, explica a procuradora.  Continua. Fonte: Cidade Verde

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s