Arquivo do dia: 27/07/2015

A menina que doa livros

giovanna-livros

Quer uma boa leitura de graça? Basta procurar Giovanna Pampolin no Minhocão

Perdido num lugar distante de tudo, um homem se abriga na casa de uma família simpática e diferente. Essa gente tem um hábito esquisito: sair todas as noites para buscar o dia. Quando passa de novo por ali, o homem leva um presente que muda a rotina daquelas pessoas…”

Na infância, o fotógrafo Paulo Pampolin adorava esta história de Edy Lima, “A gente que ia buscar o dia”, contada pela mãe. O livro se perdeu, mas Pampolin guardou a fábula na cabeça e, a seu modo, passou a recontá-la para embalar os sonhos da filha Giovanna, hoje com 9 anos. Tal era a conexão entre pai e filha que Patrícia, atual mulher de Pampolin e madastra de Gigi, decidiu procurar um exemplar da obra nos sebos de São Paulo. Lima repousa atualmente nas estantes da família e é um dos raros livros aos quais a menina se apega. Os demais ela faz questão de compartilhar, depois de lidos, obviamente, com quem quiser. Quase todos os domingos ela e o pai oferecem literatura de graça aos pedestres do Minhocão, região central da capital paulista. 

A ideia de doar livros começou há pouco mais de seis meses. Dona de uma biblioteca invejável para a idade, Gigi se perguntou: por que não compartilhar com outros leitores? Encontro-a em uma manhã fria e cinzenta de inverno. O termômetro marca 13 graus, mas não a desanima. A menina empurra um carrinho repleto de obras de sua coleção rumo a um ponto do elevado, fechado aos carros no domingo. Entre artistas, ourives, ciclistas e turistas, ela monta sua pequena banca de exposição de tomos gratuitos. Continua. Fonte: Carta Capital.

 

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

Livros para pessoas com baixa visão estão disponíveis em biblioteca de RR

Livros de fonte ampliadas foram enviados esta semana à Biblioteca Pública do Estado e já estão disponíveis a pessoas com baixa visão (Foto: Divulgação/Secom)Livros de fonte ampliadas foram enviados esta semana à Biblioteca Pública do Estado e já estão disponíveis a pessoas com baixa visão (Foto: Divulgação/Secom)

A Biblioteca Pública de Roraima, sob a responsabilidade da Secretaria Estadual de Cultura (Secult), está com livros em fonte ampliada destinadas a pessoas com baixa visão. Os exemplares foram doados nesta semana pela Fundação Dorina Nowill e colocados à disposição por meio da Secreteria Estadual de Educação e Desportos (Seed).

“Vidas Secas”, de Graciliano Ramos, “O velho e o mar”, de Ernest Hemingway, “O pequeno príncipe”, de Antoine de Saint-Exupéry, “Caçadas de Pedrinho”, de Monteiro Lobato, e “O grande desafio”, de Pedro Bandeira foram os títulos cedidos à biblioteca.

Conforme a diretora do Departamento de Biblioteca Pública da Secult, Tânia Magalhães, a partir de agora os livros recebidos estarão disponíveis para consulta feita por pessoas com pouca visão. Continua. Fonte: G1/RR

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

Confira se as trabalhadoras grávidas podem ou não mudar de cargo durante a gravidez

“As trabalhadoras grávidas podem mudar de cargo durante a gravidez?” Quem responde a dúvida é o juiz titular da 8ª Vara do Trabalho de Porto Velho (RO), Antônio Cesar Coelho de Porto Velho.

Ouça a resposta: http://bit.ly/1KllvSj

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Participação de pessoas com deficiência no mercado de trabalho cresce 20%

VagaDeficientes_shutter_483x303.jpgSegundo os dados da última Rais, em 2013, foram criados 27,5 mil empregos para pessoas com deficiência. Com o resultado, chegou a 357,8 mil o número vagas ocupadas. Os homens representam 64,84% dos empregados e as mulheres ocupam 35,16% das vagas

A Lei de Cotas para Pessoas com Deficiência completa hoje (24) 24 anos. A medida estabelece que empresas com mais de 100 empregados devem destinar de 2% a 5% de suas vagas para pessoas com deficiência. A lei contribuiu para ampliar a participação dos deficientes no mercado de trabalho, mas ainda é pequeno o percentual de contratações por empresas que não são obrigadas a cumprir a lei, de acordo com a auditora fiscal do trabalho, Fernanda Maria Pessoa di Cavalcanti.

“Se analisarmos os dados da Rais [Relação Anual de Informações Sociais] de 2013, 92% das pessoas com deficiência estão no mercado de trabalho por conta da Lei de Cotas porque estão em empresas com 100 ou mais empregados, que são obrigados a contratar”, disse a auditora. Continua. Fonte: Isto É

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Epidemia silenciosa (Prêmio MPT de Jornalismo)

A série de reportagens “Epidemia silenciosa”, publicada no site do jornal O Tempo, mostra como as doenças e acidentes de trabalho se tornaram uma epidemia mundial, causando mais de dois milhões de mortes a cada ano, número superior ao de vítimas da Aids. Por meio de entrevistas e pesquisas, as repórteres Ana Paula Pedrosa e Queila Ariadne produziram um rico material com entrevistas, vídeos e estatísticas sobre o tema. A reportagem traz ainda os impactos das doenças nos cofres públicos, por meio de gastos com a Previdência e os aspectos das novas legislações trabalhistas que podem agravar ainda mais esse cenário. Confira o trabalho finalista do Prêmio MPT de Jornalismo na categoria webjornalismo: http://www.otempo.com.br/p…/1.1032262.1430460623!/index.html. ‪#‎FinalistasMPT‬

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Trabalho na TV também é trabalho. Especialmente para os menores de 16 anos

Matéria exibida durante o Programa Trabalho Legal, realizado por meio de uma parceria do Ministério Público do Trabalho (MPT) e da Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), que vai ao ar todas as quartas-feiras, às 22h30, pela TV Justiça. Nessa matéria, o MPT alerta: Para os pais que desejam incentivar os filhos a seguirem carreira artística; a atividade é ilegal, a não ser que seja autorizada judicialmente. Ainda assim, o trabalho pode trazer problemas para o desenvolvimento dessas crianças. Programa exibido na TV Justiça no dia 09/03/2011 às 22h30.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

MPT/RN assegura pagamento de R$ 2,1 mi a terceirizados

O Ministério Público do Trabalho (MPT/RN) firmou acordo judicial com a empresa Certa Serviços Empresariais e Representações Ltda. e a prefeitura de Mossoró (RN) para o pagamento de R$ 2,1 milhões a terceirizados que prestaram serviços ao município. A Certa trabalhou para a administração municipal e, após o final do contrato, não pagou verbas rescisórias aos empregados.

A conciliação, homologada pelo juiz Higor Marcelino Sanches, da 3ª Vara do Trabalho de Mossoró, encerra ação civil pública ajuizada contra a cidade e a companhia terceirizada. Embora muitos trabalhadores tenham ajuizado demandas individuais e firmado acordos, o MPT ingressou com a ação para garantir o pagamento daqueles terceirizados que não processaram a empresa e nem se beneficiaram com os acordos judiciais já firmados. Continua. Fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Losango foi condenada a pagar R$ 3 milhões por terceirização irregular. Recursos auxiliarão no combate ao trabalho escravo

O Ministério Público do Trabalho no Rio de Janeiro (MPT-RJ) destinou parte dos R$ 3 milhões pagos como dano moral coletivo por terceirização irregular pela financeira Losango – integrante do grupo financeiro HSBC – à compra de materiais para o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Os equipamentos, como carros, máquinas fotográficas, gravadores e aparelhos de informática irão contribuir com as fiscalizações trabalhistas. Entre os materiais adquiridos estão seis drones que devem ser utilizados nas inspeções, sobretudo de combate ao trabalho escravo no meio rural.

“A reversão dos recursos vai facilitar as inspeções do trabalho e a detecção das irregularidades trabalhistas. Vai ajudar no flagrante de trabalho escravo, sobretudo no mar e no campo”, avalia a procuradora do trabalho Guadalupe Couto, responsável pela Ação Civil Pública 0081700-67.2008.5.01.0065, ajuizada contra a Losango. Segundo ela, os aparelhos ajudarão a detectar embarcações de pesca próximas da costa e a filmar condições de trabalho. “Também será útil na fiscalização de grandes obras civis, como uma represa, um shopping ou estádio de futebol, pois será possível filmar toda a obra e antes de chegar ao local”, completa. Continua. Fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Redução da idade mínima para trabalhar é ilegal, avalia o MPT

Um parecer emitido pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) expõe argumentos que demonstram a ilegalidade da proposta de emenda à Constituição nº 18 (PEC 18/2011), atualmente em tramitação na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ), da Câmara dos Deputados, com o objetivo reduzir para 14 anos a idade mínima para trabalhar. De acordo com o texto, caso seja aprovada a nova redação, o Brasil violará tratados internacionais e uma cláusula pétrea da Constituição Federal (CF). Atualmente, o art. 7º, inciso XXXIII proíbe o trabalho noturno, perigoso ou insalubre a menores de dezoito e qualquer trabalho a menores de dezesseis anos, salvo na condição de aprendiz, a partir de quatorze anos.

Segundo o documento, elaborado por procuradores do Trabalho da Coordenadoria Nacional de Combate à Exploração do Trabalho de Crianças e Adolescentes (Coordinfância), o art. 60, § 4º da CF estabelece as chamadas cláusulas pétreas – um núcleo inalterável de matérias que não podem ser modificadas nem mesmo por PECs. Elas representam os pilares básicos da organização sócio-política nacional, a exemplo da separação dos poderes, do voto universal e dos direitos e garantias individuais. Nestes últimos, incluem-se os direitos sociais, cuja manifestação se dá também por meio do direito ao não trabalho. “O direito fundamental ao não trabalho previsto no art. 7°, XXXIII da CF 1988 constitui cláusula pétrea e não pode ser atingido pelas propostas reducionistas encapadas pelas PEC’s ora em análise”, afirma o coordenador da Coordinfância, procurador do Trabalho Rafael Dias Marques. Continua. Fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

27 de julho: Dia Nacional de Prevenção de Acidentes de Trabalho

Fonte: Fundacentro

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Humor Bibliotecário

Foto de Homo Literatus.

Deixe um comentário

27/07/2015 · 9:00