Arquivo do dia: 16/06/2015

Vídeo: Um novo olhar sobre os coletores de lixo

Um vídeo que faz uma abordagem psicossocial sobre os coletores de lixo, mostrando o sofrimento e o prazer na realização de suas atividades de trabalho. Também fala de questões relacionadas a exclusão social e responsabilidade da população sobre os resíduos produzidos, acondicionamento e disposição, bem como a relação desses aspectos com a saúde dos trabalhadores da coleta.

Assista o vídeo no canal da Fundacentro, no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=5i3Gkwa0CgI

Deixe um comentário

Arquivado em Vídeos da Fundacentro

MPT alerta: Pó de sílica pode matar trabalhadores em questão de meses

Trabalhador manuseia pó de sílica em fábricaTrabalhador manuseia pó de sílica em fábrica

Substância vem sendo usada na fabricação de borrachas; duas mortes por silicose já foram registradas este ano

O Ministério Público do Trabalho em São Paulo abriu essa semana investigação contra 44 empresas pelo uso de sílica na fabricação de produtos de borracha. Suspeita-se que a substância, um pó fino feito a partir do quartzo, seja responsável pelo adoecimento e morte de diversos trabalhadores do setor.

Em uma das empresas investigadas, produtora de borracha para tampas de panelas de pressão, nove de 15 trabalhadores desenvolveram silicose pulmonar subaguda. Dois morreram e três estão em estado grave após alguns meses de utilização da sílica na empresa em que trabalhavam. “Os dois trabalhadores que já morreram são aqueles dos quais temos conhecimento. É bem possível que mais tenham morrido ou adoecido e não estamos sabendo”, afirmou a procuradora do Trabalho Eliane Lucina, uma das responsáveis pela investigação do MPT. A denúncia de que trabalhadores corriam risco de vida devido à sílica partiu da Fundacentro (Ministério do Trabalho e Emprego) após vistorias em diversas fábricas. Continua. Fonte: MPT/SP

 

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Revista Proteção nº 282 – junho/2015

Proteção 282Encontra-se disponível na Biblioteca do MPT/RN. Veja sumário.

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos

Mão de Obra Escrava – Como vivem os imigrantes bolivianos e paraguaios no Brasil

Nesta edição, o Caminhos da Reportagem mostra a busca por uma vida melhor dos imigrantes andinos que chegam a São Paulo.

O prazo de três meses para ficar legal no país acaba, mas eles permanecem em jornadas de até dezesseis horas de trabalho em oficinas clandestinas. Para a legislação brasileira, são condições semelhantes ao trabalho escravo. Para os imigrantes, no entanto, é a única chance de sobrevivência. Nas pequenas ou grandes grifes, a exploração dos costureiros que vêm dos países vizinhos torna-se cada vez mais comum e é alvo de denúncias que não param de chegar ao Ministério Público e à Polícia Federal.

A equipe de reportagem foi à Bolívia e ao Paraguai, visitou as famílias destes imigrantes e conheceu a realidade econômica e social que eles deixaram para trás. Assista.

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Metade dos brasileiros já sofreu assédio no trabalho, aponta pesquisa

Pesquisa indica que assédio é comum em empresas brasileiras, mas apenas uma minoria o denuncia (Foto: Thinkstock)

Dos 4,9 mil profissionais ouvidos pelo site Vagas.com, 52% disseram ter sofrido algum tipo de abuso sexual ou moral, mas apenas 12,5% das vítimas fizeram denúncia.

Mariana teve um fax esfregado em seu rosto pela chefe. Adriana foi chamada várias vezes à sala do gerente para que ele falasse de “seus sentimentos” para ela. Luiza resistiu às investidas do supervisor e ouviu que ele “poderia acabar com sua carreira”. Marcela foi apalpada pelo dono do bar onde trabalhava. Gustavo recorreu ao psiquiatra por causa da pressão excessiva de seu gerente.

Ao buscar relatos de profissionais que tenham sofrido assédio no trabalho, a reportagem ouviu uma dezena de pessoas sempre sob a condição de que seu nome e da empresa não fossem revelados. A quantidade e velocidade com que os depoimentos surgiram indicam que este é um problema comum no mercado brasileiro, como aponta uma pesquisa feita pelo site Vagas.com e publicada com exclusividade pela BBC Brasil. Continua. Fonte: G1.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Correios são condenados em R$ 1 milhão por assédio moral

Empregados que respondiam a procedimentos disciplinares eram confinados em área denominada de “Carandiru”

A Justiça condenou a Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) ao pagamento de R$ 1 milhão por dano moral coletivo devido à prática de assédio moral organizacional. A decisão atende a pedido feito pelo Ministério Público do Trabalho no Distrito Federal (MPT-DF) em uma ação civil pública. Em caso de descumprimento, será aplicada multa de R$ 10 mil por trabalhador lesado. Os valores serão destinados ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT).

De acordo com investigações do MPT, os empregados que sofriam processos disciplinares eram punidos antes mesmo do fim do procedimento, sendo afastados das atribuições rotineiras e alocados em um prédio apelidado pelos próprios funcionários de “Carandiru”. Em um período de seis anos, foram mais de 200 procedimentos disciplinares conduzidos dentro da Estatal. Continua. Fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

10 razões para combater o trabalho infantil (6)

10 razões para nos unirmos #ContraoTrabalhoInfantil!

Apoie esta campanha, divulgue e veja o porquê devemos combater e denunciar esta prática! http://bit.ly/1Gwto90

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

NJ Especial – Princípio da conexão liga o processo ao mundo de informações virtuais

O que não está nos autos não está no mundo ou, na expressão latina,“quo non est in actis non est in mundo” é a ideia que traduz um princípio clássico do Direito processual: o princípio da escritura. Introduzido pelo Direito canônico do século XIII, para este princípio o que vale como prova é o que está formalizado e escrito dentro do processo. O fundamento é a garantia da segurança jurídica dos atos processuais.

Mas essa noção começa a ser questionada com a instituição do processo judicial eletrônico. A existência da rede mundial de computadores – internet -, que revolucionou o mundo e diluiu as fronteiras entre o real e o virtual, já não pode ser ignorada com a inserção do processo judicial no meio eletrônico. Com os autos conectados ao mundo, os princípios que informam o processo também devem passar por transformações. Continua. Fonte: TRT/3.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Caderno temático: Meia Infância – O trabalho infanto-juvenil no Brasil hoje

capa_meia_infancia

O trabalho infantil é uma violação de direitos  compromete o desenvolvimento integral de milhões de meninos e meninas no Brasil. Desde a década de 1990 até hoje, o país reduziu significativamente o problema, avançou em legislação e políticas públicas, e conseguiu uma forte mobilização da sociedade civil contra a entrada precoce de crianças e adolescentes no mercado de trabalho. Apesar disso, ainda estamos longe de erradicar essa prática.

Neste caderno temático, você vai encontrar uma série de informações: o que é trabalho infantil, e o que não é, suas piores formas, as consequências negativas; além disso, a legislação nacional e internacional que trata do assunto, dados do contexto brasileiro, sua relação com o trabalho escravo, o que tem sido feito e o que falta fazer para eliminar esse problema. Por fim, como contribuir com o enfrentamento, onde e como denunciar, os principais mitos, e uma sugestão de atividade para abordar o tema em sala de aula.

Baixar 

Fonte: Escravo nem Pensar

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura, E-books, Bibliotecas Digitais

Humor Bibliotecário

hah!

Deixe um comentário

16/06/2015 · 9:00