Jornalista lança livro sobre trabalho escravo no Brasil em pleno século 21

Aos 61 anos, Marinalva Dantas é uma mulher comum: mãe, avó, já foi casada e enfrenta dramas e problemas como qualquer pessoa. A missão que abraçou, por outro lado, é extraordinária. Auditora fiscal do Trabalho, ela passou quase 10 anos à frente do grupo do Governo Federal que combate à escravidão no Brasil. Mergulhada nessa causa, Marinalva libertou mais de 2.300 homens, mulheres e crianças nos rincões do país.

Para tanto, teve de abrir mão da vida pessoal e da convivência com os dois filhos e marido. Tudo devido à sua dedicação extrema na luta contra o trabalho escravo que ainda assola o Brasil. Após 127 anos da assinatura da Lei áurea, em 1888, o país ainda tem cerca de 155 mil cativos. Eles moram em barracos no meio do mato, recebem alimentação precária, são obrigados a beber água suja e não têm nenhum direito trabalhista.

A Dama da Liberdade, publicado pela Benvirá, selo de não ficção e ficção da Saraiva, é resultado de 5 anos de pesquisa do autor Klester Cavalcanti. Três vezes vencedor do Prêmio Jabuti de Literatura – uma delas com seu livro anterior, “Dias de Inferno na Síria” –, o  jornalista tem acompanhado o trabalho de Marinalva desde o início e não apenas fez um perfil da poderosa mulher, como traz ao debate a questão ainda persistente do trabalho escravo nos dias de hoje. Klester viajou por sete Estados, entrevistando quase setenta pessoas, entre elas familiares de Marinalva, policiais, aliciadores de escravos, o ex-presidente da República, Fernando Henrique Cardoso e ex-escravos. Sua pesquisa inclui quase 120 horas de entrevistas, a leitura de 2 mil páginas de documentos e a análise de cerca de 200 fotos e 30 horas de vídeos. “Acho importante contar a história dessa mulher, que representa todas as pessoas que combatem o trabalho escravo no Brasil, em pleno século 21, o que torna essa história ainda mais impactante”, diz Cavalcanti. Continua. Fonte: Portal No Ar.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s