Arquivo do dia: 05/05/2015

10 Filmes adaptados de obras da literatura brasileira

cidade_de-Deus

Quando o assunto é “o livro virou filme” sempre vem à tona algumas discussões acerca da fidelidade ao texto literário, além do velho comentário de que o livro é melhor que o filme. Mas pensem: ao lermos uma obra, cada um a interpreta de uma maneira diferente, cada um tem suas perspectivas e sensações a respeito daquilo que lê. Além disso, o tempo para a obra cinematográfica é um tanto reduzido, o que não permite reproduzir todos os detalhes de uma narrativa.

A obra literária não é fechada, cabe ao leitor interpretá-la de forma subjetiva, seja consciente ou inconscientemente. O sucesso do texto literário só é obtido quando o leitor adiciona a ele suas experiências de vida, quando traz suas bagagens, isto é, seu conhecimento de mundo. Já dizia João Ubaldo Ribeiro, a respeito do romance, que: “Um romance são tantos romances quantos forem seus leitores”. Portanto, não podemos sempre esperar que um filme acerte em cheio, que seja extremamente fiel ao livro e à nossa interpretação.

Mas vamos ao que interessa. Separamos, hoje, uma modesta lista de obras da literatura brasileira que foram parar nas telas de cinema. Será que vocês já assistiram alguns deles? Confiram. Fonte: HomoLiteratus

 

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura, Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Arbitragens em questões trabalhistas atentam contra o valor social do trabalho, decide TST

A Câmara de Mediação de Arbitragem de Minas Gerais está proibida de promover arbitragem para solução de conflitos individuais trabalhistas, inclusive após o término do contrato de trabalho, pois o princípio de proteção do empregado inviabiliza tal medida.

A decisão, por maioria, é da Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) do Tribunal Superior do Trabalho e resulta de uma ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT). O órgão considerou ilegal arbitragens envolvendo questões trabalhistas por atentar contra o valor social do trabalho e a dignidade dos trabalhadores. Continua. Fonte: TST.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Tema do mês: Assédio Moral

No intuito de oferecer  informação atualizada acerca de temas que se têm destacado no debate jurídico contemporâneo, a Biblioteca do TST disponibilizará, mensalmente, o produto Tema do Mês. Trata-se de uma pequena bibliografia selecionada a partir de assunto previamente escolhido pela Comissão de Documentação.

Para o mês de maio, o tema em pauta abrange Assédio Moral.

A matéria encontrar-se-á organizada em ordem cronológica decrescente de publicação, contendo referências bibliográficas com a indicação da localização do documento na Biblioteca, o que visa a agilizar o trabalho de pesquisa do interessado. Para consultar a bibliografia acesse aqui.

Os interessados em obter os artigos e as obras devem selecionar os documentos desejados na lista e requisitá-los pelo e-mail biblioatendimento@tst.jus.br ou pelo telefone 3043-4236. Lembramos que, por força da Lei de Direitos Autorais (Lei n. 9.610/98), não é permitida a reprodução integral das obras.

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

JT anula acordo de R$ 5 mil e condena Brasilit a pagar R$ 300 mil a empregado vítima de amianto

JT anula acordo de R$ 5 mil e condena Brasilit a pagar R$ 300 mil a empregado vítima de amiantoA Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve condenação de R$ 300 mil a Saint-Gobain do Brasil Produtos Industriais e para Construções Ltda. (Brasilit) por contaminação de ex-empregado devido ao contato com a poeira do amianto.  As partes haviam feito acordo extrajudicial em maio de 2006, quando o trabalhador recebeu R$ 5,5 mil como compensação por danos causados à saúde. No entanto, o Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE) entendeu que o acordo não podia “conferir eficácia plena, geral e irrestrita”. Continua. Fonte: TST.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

TAM pode pagar R$ 1 milhão por falhas em eleição da Cipa

Empresa descumpriu critérios para a constituição do grupo de trabalhadores, que atua para prevenir acidentes e doenças no trabalho

O Ministério Público do Trabalho em Alagoas (MPT-AL) processou a companhia aérea TAM por irregularidades na eleição de sua Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa). Na ação, ajuizada após a empresa se recusar a assinar termo de ajuste de conduta (TAC) para acabar com o problema, o MPT pede indenização de R$ 1 milhão por danos morais coletivos. O processo tramita na 3ª Vara do Trabalho de Maceió. A primeira audiência do caso está marcada para o dia 11 de maio.

De acordo com relatório de fiscalização apresentado pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE/AL), quatro membros titulares e apenas um membro suplente foram empossados para o quadro da Cipa na TAM. Segundo a Norma Regulamentadora (NR) nº 5, do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a comissão deve ser composta por oito integrantes: quatro titulares e quatro suplentes. Continua. Fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Procuradores do MPT-RJ alertam para prejuízos que vão além da precarização do trabalho

A terceirização da atividade-fim não vai trazer prejuízos apenas aos trabalhadores, afirmam a procuradora-chefe e o procurador-chefe substituto da Procuradoria Regional do Trabalho do Rio de Janeiro, Teresa Cristina d’Almeida Basteiro e Fábio Goulart Villela (foto). Em entrevista à ConJur, antes da Câmara dos Deputados aprovar projeto de lei que autoriza as empresas a terceirizarem a mão de obra de forma irrestrita, os membros do Ministério Público do Trabalho alertavam para os riscos que a medida poderia causar, sobretudo para a economia.

É que a terceirização trará desigualdade às empresas ao criar o que eles chamam de dumping social. “Vamos supor que eu seja um empregador correto, que observa o piso da categoria, que recolhe os encargos sociais e que cumpre as normas ambientais de trabalho. E aí vem outro e terceiriza a atividade-fim, fazendo o custo cair. Isso afeta a livre concorrência”, destaca Villela.

Para Teresa, a terceirização ampla é nociva. “Causaria uma desagregação nas categorias profissionais. Imagina uma empresa que pudesse terceirizar toda a sua cadeia produtiva? Acho que a grande preocupação é que os parâmetros atuais sejam ao menos mantidos”, alerta. Continua. Fonte: Conjur.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Você é contra a terceirização semlimites? Diga isso aos senadores.

Você é CONTRA a terceirização sem limite? Vote no link abaixo, depois acesse seu e.mail, abra a mensagem encaminhada pelo Portal e-Cidadania (olhe se não foi remetido para a lixeira) e clique no link de CONFIRMAÇÃO. Sem esse procedimento, seu voto NÃO será computado. Vote agora!

http://www12.senado.gov.br/ecidadania/visualizacaotexto?id=164641

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

Inscrições do Prêmio MPT de Jornalismo seguem até amanhã

s inscrições para a edição de 2015 do Prêmio MPT de Jornalismo foram prorrogadas até a próxima quarta-feira (6 de maio). Iniciativa do Ministério Público do Trabalho, a premiação está com novas regras e prêmios maiores. Podem concorrer reportagens dedicadas à investigação e à denúncia de irregularidades trabalhistas publicadas em veículos de comunicação de todo o País entre 1º de agosto de 2014 e 1º de maio de 2015.

Ao todo, são oito categorias: jornal impresso, revista impressa, radiojornalismo, telejornalismo, webjornalismo, fotojornalismo, universitário e repórter cinematográfico. Além disso, há as categorias especiais “fraudes trabalhistas” e a nova “MPT de jornalismo”, concedido à melhor reportagem entre todas as vitoriosas das categorias nacionais. Os vencedores desses prêmios especiais receberão, cada um, R$ 45 mil. A categoria “mídias sociais” foi substituída pela “universitário”, voltada a reportagens produzidas por estudantes de graduação em Jornalismo.

A disputa compreende duas fases. Na primeira, os trabalhos concorrem ao primeiro lugar por categoria, em cada uma das cinco regiões do Brasil. Mais tarde, os campeões regionais disputam a fase nacional com os melhores de cada região, podendo, assim, serem premiados novamente. Em todas as etapas, a seleção das reportagens é realizada por um júri composto por jornalistas convidados e integrantes do MPT.

Os recursos financeiros da premiação (R$ 400 mil no total) resultam de acordo judicial em ação civil pública proposta pelo Ministério Público do Trabalho. O regulamento completo está em http://www.premiomptdejornalismo.com.br. Acompanhe também as novidades no Facebook, basta curtir a página: https://www.facebook.com/premiomptdejornalismo.

*Fonte: Ascom – PGT

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Gente humilde terceirizada

por Leomar Doroncho

 Chico Buarque, um dos mais destacados representantes da MPB, transformou a rotina da vida no subúrbio em letra de uma célebre canção popular. São casas simples, com cadeiras na calçada, em que viviam os operários de vida pacata da década de 1960.

A música é de 1969. Três anos antes, com a criação do FGTS (Lei nº 5.107/66), que passou a ser uma opção do trabalhador regido pela CLT, iniciava-se a paulatina derrubada da estabilidade que vinculava fortemente o trabalhador ao emprego. Mais tarde, a Constituição Federal de 1988 tornou o regime do FGTS obrigatório. Deu mais um passo no descolamento do homem da relação de trabalho em que ganha a vida.

A análise histórica do trabalho humano apresenta um movimento da forma primitiva, livre, passando pelo escravo e pelo servil, até a modalidade atual: trabalho assalariado. Continua. Fonte: Gazeta Digital.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Humor Bibliotecário (gifs): Quando empresto meu livro intacto e me devolvem em mal estado.

Fonte: Editora Contexto

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia