A inconsistência das críticas ao Projeto de Lei nº 4330, que regulamenta a terceirização de serviços empresariais.

por Thiago Ramos Varanda (Analista Processual do Ministério Público do Trabalho (2011 a 2014), atualmente Analista Processual do Ministério Público Federal)

O presente texto foi elaborado em razão da grande quantidade de críticas ao Projeto de Lei nº 4330, aprovado na Câmara dos Deputados, pelo qual se regulamenta o instituto econômico da terceirização.

 

1 comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Uma resposta para “A inconsistência das críticas ao Projeto de Lei nº 4330, que regulamenta a terceirização de serviços empresariais.

  1. Olá, a publicação foi para a revista Governet. Mas recomendo esse vídeo que esclarece no mesmo sentido do meu artigo.

    Abraços!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s