Arquivo do dia: 09/02/2015

Geladeirotecas: “Los brasileños estimulan la lectura usando la creatividad y sus propias manos”

Geladeiroteca

Cuando pensamos en una biblioteca, imaginamos un lugar silencioso y lleno de libros esperando a los lectores, los cuales necesitan cumplir estrictamente las normas para poder leerlos: no hacer ruidos en la sala de lectura y devolver los libros prestados en el plazo convenido. Pero algunos brasileños están usando la creatividad y sus propias manos para transformar bicicletas, carritos de la compra, neveras y otros objetos en bibliotecas, y así, incentivar la lectura en locales donde las bibliotecas públicas no llegan.

Es lo que muestra un mapa del blog Bibliotecas do Brasil, organizado por Daniele Carneiro y Juliano Rocha, apasionados por los libros y convencidos de que había muchas iniciativas de incentivo a la lectura desde dentro y fuera del país, organizadas por la propia gente y que solo necesitaban de una voz para divulgarlas. es.globalvoicesonline.org|Por Davi Padilha Bonela

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

No novo CPC, a ordem cronológica de julgamentos não é inflexível

Por José Miguel Garcia Medina

Continuando a série de comentários breves sobre pontos chave do projeto de novo Código de Processo Civil, a coluna examinará tema que tem gerado muita polêmica: a ordem cronológica de julgamentos, a que se refere o artigo 12 do projeto de novo CPC (que chamamos, por comodidade, de NCPC).[1]

Em textos anteriores desta coluna, examinamos outros temas, como o referente às condições da ação e à distinção entre sentença e decisão interlocutória, cujos textos podem ser lidos aqui e aqui. Para consulta à versão mais próxima da que deve encaminhada à sanção, recomendo a consulta ao ótimo quadro comparativo elaborado pelo Serviço de Redação da Secretaria-Geral da Mesa do Senado Federal. Continua. Fonte: Conjur.

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Operária espionada pelo chefe trocando de roupa será indenizada

Operária reclama da atuação da empresa
O R7 noticia que sem outra opção por ser a única mulher da obra, Marcia Aparecida Dutra usava o vestiário masculino para se trocar quando os outros funcionários iam embora. Até que descobriu que o chefe a observava por um buraco na parede. A operadora de empilhadeira decidiu processar o ex-patrão por assédio moral e ganhou em duas instâncias na Justiça o direito a receber R$ 10 mil de indenização além das verbas trabalhaistas. Mas não há data para o pagamento: a empresa recorreu ao STJ (Superior Tribunal de Justiça). O pedido foi de rescisão indireta do contrato em decorrência do assédio moral, além da indenização por danos morais. A empresa recorreu, o Tribunal manteve a sentença e a empresa recorreu para a 3ª instância. Leia direto da fonte.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Trabalho seguro: veja ações para evitar acidentes com agrotóxicos

O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região promove atividades no DF e TO para tentar evitar acidentes com agrotóxicos nas áreas rurais. Em 2013, 10 pessoas morreram envenenadas por este tipo de produto só no Distrito Federal.

Veja a reportagem: http://bit.ly/1zX1tKD

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

LTr Suplemento Trabalhista, jan/2015

Encontra-se disponível na Biblioteca do MPT/RN. Veja sumário.

LTr suplemento trabalhista - capa

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos

Um em cada 5 caminhoneiros admite uso de drogas, diz estudo feito pelo MPT e PRF em MT

Uso de substâncias ilícitas podem provocar acidentes (Foto: Reprodução/TVCA)Uso de substâncias ilícitas pode provocar acidentes (Foto: Reprodução/TVCA)

O G1 em Mato Grosso noticia que um levantamento realizado pela Concessionária Rota do Oeste mostra que um em cada cinco caminhoneiros que trafega pela BR-163 em Mato Grosso admite que já usou ou ainda faz uso de substâncias ilícitas e estimulantes – conhecidas como rebites – para poderem cumprir as longas jornadas de trabalho. A pesquisa foi feita com 1.209 profissinais entre os meses de setembro e dezembro do ano passado. Conforme o estudo, também é alto o índice de consumo de álcool e tabaco: 26% admitiram que bebem e 22% são fumantes. O uso de substâncias ilícitas por parte de motoristas oferece perigos a quem trafega pelas rodovias. Entre os caminheiros que responderam a pesquisa, 27% disseram já ter sentidosonolência diurna e 30% contaram que já se envolveram em acidentes nas estradas. “Assim que passa o efeito, a pessoa pode dormir, tombar o carro, bater o carro, que são os acidentes que a gente vê direto na TV”, afirma o psiquiatra Carlos Renato Periotto. Uma pesquisa feita pelo Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) em 2007, com a colaboração da Polícia Rodoviária Federal (PRF), mostrou que 30% dos caminhoneiros que circulavam pelo Estado na época consumiam algum tipo de estimulante. Esse levantamento resultou numa Ação Civil Pública para restringir o horário de circulação de caminhões nas rodovias federais com o objetivo de diminuir o fluxo destes veículos no período noturno. Leia direto da fonte

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Loja não pode transferir risco da atividade econômica ao empregado

O lojista não pode transferir à empregada os riscos da atividade econômica e os prejuízos que a empresa vier a ter, pois são de sua exclusiva responsabilidade, conforme dispõe o artigo 2º da Consolidação das Leis do Trabalho. Seguindo esse entendimento a 7ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho condenou uma loja de calçados a pagar indenização de R$ 5 mil por danos morais a uma vendedora.

A loja efetuou mensalmente descontos indevidos de 10% sobre as vendas durante os três anos de contrato de trabalho. A finalidade era ressarcir a empresa por roubos e desaparecimento de mercadorias da loja. Continua. Fonte: Conjur.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Jornada Justiça do Trabalho, neta edição: profissão designer de interiores

O programa desta semana traz no quadro “Meu Trabalho é uma Arte” os desafios da profissão de designer de interiores.

Confira: http://bit.ly/1zG1Jw1

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

MPT pede condenação da Louis Dreyfus em R$ 10 milhões por dano moral coletivo

Multinacional francesa foi processada por falta de segurança nas frentes de colheita de laranja em três fazendas no interior paulista

O Ministério Público do Trabalho (MPT) em Campinas (SP) pede na Justiça que a francesa Louis Dreyfus Commodities Agroindustrial seja condenada em R$ 10 milhões por danos morais coletivos. Uma das maiores produtoras de suco de laranja do mundo, a multinacional é acusada de violar normas de segurança e saúde do trabalho nas frentes de colheita de laranja, em fazendas nos municípios paulistas de Piratininga, Agudos e Lucianópolis. A ação tramita na 4ª Vara do Trabalho de Bauru (SP).

A Louis Dreyfus foi processada após receber 45 autos de infração em inspeção do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) nas fazendas. Entre as irregularidades flagradas está a falta de fornecimento de equipamentos de proteção individual; inexistência de material de primeiros socorros; ausência de instalações sanitárias nas frentes de trabalho e transporte de trabalhadores em veículo inapropriado.

Também foi verificado ausência de pausas para descanso nas atividades realizadas em pé; jornada excessiva; inobservância de exame médico periódico; falta de pagamento salarial e de repouso semanal, além de ausência de ações de segurança e saúde para a prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. Continua. Fonte: Ascom MPT em Campinas

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Assédio moral generalizado: HSBC condenado por humilhações e ameaças de gerente

A Primeira Turma negou provimento a agravo do HSBC Bank Brasil S.A. contra decisão que o condenou pela prática generalizada de assédio moral por parte de um gestor da agência de Macapá (AP).

Entenda a decisão: http://bit.ly/1FeRUXC

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Humor Bibliotecário

Deixe um comentário

09/02/2015 · 9:00