Dívida trabalhista paga em sapatos

Após celebrar um acordo homologado na Vara do Trabalho de Dianópolis (TO), pela juíza Sandra Nara Bernardo Silva, uma trabalhadora receberá 50 pares de sapatos da Confecções Luana Ltda. – empresa para qual trabalhou nos anos de 2010 e 2011. Os calçados são parte do pagamento da dívida trabalhista da loja, calculada em R$ 5 mil. A medida visa acelerar a quitação do débito, tendo em vista que o leilão público realizado a pedido da Justiça do Trabalho não conseguiu vender os bens penhorados, nesse caso, as mercadorias.

De acordo com informações dos autos, a trabalhadora foi atendente comercial da Confecções Luana, loja localizada no município de Almas (TO). Na ação trabalhista ajuizada contra a empresa em janeiro de 2012, a empregada solicitava, entre outras coisas, o pagamento de verbas rescisórias, horas extras, Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS), seguro-desemprego, férias e aviso prévio. A sentença de maio do mesmo ano acatou parte dos pedidos da trabalhadora. Desde então, a Justiça do Trabalho tenta executar a loja. Continua. Fonte: TRT/10.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s