Arquivo do mês: julho 2014

Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas: baixe publicações

pesquisatráficoguiatráficoVocê sabia que hoje, 30 de julho, é o Dia Mundial de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas?

Baixe publicações sobre o tema: http://reporterbrasil.org.br/2014/04/baixe-publicacoes-sobre-trafico-de-pessoas-da-reporter-brasil/ Fonte: Repórter Brasil

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

RDT – Revista do Direito Trabalhista n. 06/14

Encontra-se disponível na Biblioteca do MPT/RN. Veja mais.

RDT 06.20140001

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos

JTb – Jornal Trabalhista Consulex nºs 1533 a 1536

Encontram-se disponíveis na Biblioteca do MPT/RN. Veja sumário.

JTb 1533 a 15360001

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos

Dia mundial contra o tráfico de pessoas

Deixe um comentário

30/07/2014 · 9:01

Humor Bibliotecário

Deixe um comentário

30/07/2014 · 9:00

Como será a biblioteca do futuro?

Quarto andar da Chattanooga Public Library, localizada no estado do Tennesse (EUA)
A biblioteca como um depósito de informação é um conceito ultrapassado . A biblioteca do século 21 é uma oficina comunitária, um centro preenchido com as ferramentas da economia do conhecimento.
“Estamos no ramo de informações há 3.000 anos, e se há algo que fazemos bem, é disseminar a informação, e informação é conhecimento. Eu acho que se alguém está posicionado para ajudar a construir os trabalhadores para esta nova era da informação, este alguém são as bibliotecas.”
Trecho do artigo “What the Library of the Future Will Look Like” publicado no National Journal. Fonte: Pesquisa Mundi.

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

Sala de espera de posto de saúde vira espaço para leitura em Blumenau

Aposentado lê trecho de livro no posto de saúde (Foto: Reprodução/RBS TV)Aposentado lê trecho de livro no posto de saúde (Foto: Reprodução/RBS TV)
Sala de espera de posto de saúde vira espaço para leitura. Iniciativa busca estimular atividade intelectual de pacientes e mais de 100 pessoas já levaram obras para ler em casa. Leia mais: http://glo.bo/1AtPWBx.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

No TST, 50% dos servidores poderão trabalhar em casa

 Poder trabalhar em casa. Essa será a realidade de até 50% dos servidores públicos do Tribunal Superior do Trabalho (TST). Ato assinado pelo presidente do TST, ministro Barros Levenhagen, ampliou o percentual de servidores que poderão solicitar o benefício do teletrabalho. Com objetivo de aumentar a qualidade de vida dos servidores e, consequentemente, a produtividade, a instituição é pioneira, entre os tribunais superiores, a oferecer formalmente essa modalidade de trabalho.

 Atualmente 30 servidores trabalham oficialmente a distância. O ato CDEP.SEGPES.GDGSET.GP 327/2014 alterou a Resolução Administrativa 1.499, de 2012, que regulamenta o teletrabalho no Tribunal. O limite de servidores nesse regime, por unidade, que era de 30% da respectiva lotação, foi aumentado para até 50%, mediante solicitação fundamentada da unidade interessada. Continua. Fonte: TST.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

The Real Toy Story: os brinquedos made in China

toy-factories-24

O fotógrafo alemão radicado em Hong Kong, Michael Wolf, foca boa parte do seu trabalho no registro da cultura das metrópoles, partindo de valores simbólicos aparentemente insignificantes e que passam despercebidos aos olhos dos que estão imersos naquela realidade.

A série The Real Toy Story traz o registro dos processos de produção e dos funcionários nas fábricas chinesas de brinquedos. As imagens nos transportam para uma realidade inimaginável por crianças e, até mesmo, adultos. Aquela que esquecemos quando encontramos um produto com preço acessível.

O registro impactante nos faz pensar nas condições de trabalho e, consequentemente, nas explorações dos trabalhadores locais. E se pararmos para pensar: trabalhar por intermináveis horas, sucumbir ao stress por pagamentos irrisórios é tão distante assim? Será  que a realidade independe da cultura? Continua. Fonte: Apdateordie.

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Cartilha: “Tráfico de pessoas – mercado de gente”

Quer saber mais sobre o tráfico de pessoas?

Acesse e baixe o caderno “Tráfico de Pessoas – Mercado de Gente”:

http://www.escravonempensar.org.br/biblioteca/trafico-de-pessoas-mercado-de-gente/

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura, E-books, Bibliotecas Digitais

Governo divulga relatório sobre tráfico de pessoas no país

O Ministério da Justiça divulgou nesta segunda-feira (28) relatório com números de diversos órgãos sobre o tráfico de pessoas e vítimas de trabalho análogo à escravidão, elaborado em conjunto com o Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UnoDC). Os números de quase todos os órgãos revelam maior notificação do crime em 2012, informou a pasta.

Os dados, relativos ao ano de 2012, foram repassadospor órgãos ligados ao próprio Ministério da Justiça, Ministério do Trabalho e Emprego, das Relações Exteriores, da Saúde, do Desenvolvimento Social, Secretaria de Política para Mulheres, entre outros.

O número de casos de tráfico de pessoas notificados pelo Departamento de Polícia Federal em 2012 é seis vezes a média dos sete anos anteriores, e a Polícia Rodoviária Federal detectou em suas operações 547 vítimas de tráfico de pessoas para exploração sexual e trabalho escravo, informou o Ministério da Justiça. Continua. Fonte: G1. Acesse relatório: http://bit.ly/1oCHQBy

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Empresa é condenada em R$ 500 mil por doenças em rodoviários

Após Ação Civil Pública (ACP) do Ministério Público Trabalho, a  primeira turma do Tribunal Regional do Trabalho da 10ª região manteve a condenação da Lotaxi Transportes em R$ 500 mil por danos morais coletivos. O MPT comprovou que os motoristas da empresa tiveram problemas de saúde durante o exercício da profissão e nada foi feito para evitar as ocorrências das doenças.
Antes de entrar na Justiça, o procurador-chefe do MPT-DF, Alessandro Santos de Miranda,  tentou sem sucesso, acordo com a empresa, que afirmou não ter interesse em assinar Termo de Compromisso de Ajustamento de Conduta (TAC) sob a alegação de que “não tem como evitar uma possível progressão dos problemas que ocorrem com a audição dos motoristas e cobradores; e que não tem como reabilitar os empregados para outras funções”. Continua. Fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Revista Zênite – Informativo de Licitações e Contratos nº 245 – julho/2014

Encontra-se disponível na Biblioteca do MPT/RN. Veja sumário.

Zênite 2450001

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos

(In)segurança do trabalho (178)

Foto da galeria Imagem - Veja as fotos vencedoras de 2014Proteção divina – O engenheiro de segurança José Roberto Gasparotto flagrou um trabalhador utilizando andaime em condições inadequadas para realizar reparos em obra no interior de uma igreja localizada em Campos do Jordão/SP. Em desacordo com a NR 18, a superfície do andaime não garante a segurança do colaborador, que arrisca sua integridade física ao executar o serviço. Fonte: Revista Proteção

Deixe um comentário

Arquivado em (in)segurança no trabalho

O papel tem futuro

Para o escritor Nicholas Basbanes, que pesquisou a história dos meios de conservar a escrita, ele continuará a ser importante, porque jamais será substituído

“A sociedade sem papel está se aproximando, queiramos ou não. Não podemos enterrar a cabeça na areia. Podemos escolher ignorar o mundo eletrônico, mas isso não fará diferença”, escreveu o cientista da informação Frederick Wilfrid Lancaster em… 1978. Ao lado de outros entusiastas do futuro digital, ele previa um mundo maravilhoso com grande variedade de obras à disposição dos estudantes, menos impressões e redução de custos. Bibliotecas inteiras caberiam numa mesa. Quem não se adaptasse a tempo e abandonasse o papel viveria uma transição caótica. Trinta e cinco anos depois, muito do futuro imaginado por ele se concretizou. Mas o papel ainda persiste.

As bibliotecas continuam abarrotadas. Os livros impressos convivem com a popularização dos e-readers e tablets. “Usar um não significa descartar o outro”, afirma o escritor Nicholas Basbanes, autor do livro recém-lançado On paper (No papel), sem edição no Brasil.  Num momento em que se discute o futuro do papel e até sua eventual extinção, o livro de Basbanes tenta explicar sua importância e a maneira como ele influenciou o curso da história. Bibliófilo, ele investigou a origem do papel e seus diferentes usos. Conversou com pesquisadores, donos de indústrias, bibliotecários e até pessoas que ainda fazem papel à mão, como há 2 mil anos. A longa jornada pela história do papel convenceu Basbanes de que a supremacia do papel tem raízes profundas – e será impossível substituí-lo. Continua. Fonte: Biblioteca UCS.

Deixe um comentário

Arquivado em E-books, Bibliotecas Digitais