Arquivo do dia: 11/06/2014

Aplicativo quer que livro seja lido em 90 minutos

Pilha de livros: com o Spritz, em poucos dias você poderia ler tudo isso
Aplicativo Spritz desenvolveu método de leitura de uma palavra por vez, com ele, taxa pode chegar a 1000 palavras por minuto.
A startup Spritz, sediada nos Estados Unidos, desenvolveu um método de leitura de uma palavra por vez. Com ele, um livro poderá ser lido em pouco mais de uma hora. A Bíblia, por sua vez, demoraria pouco mais de 12 horas. Assustador? Sim, bastante. E ele poderá estar no seu próximo smartphone.Segundo a empresa, seu aplicativo virá instalado no Samsung Galaxy S5 e no relógio inteligente Galaxy Gear 2. Ele estará disponível para ser usado, inicialmente, na leitura de e-mails.O método usado pela Spritz, em parte, não é novo. Há uma década pesquisadores estão propondo que a leitura em dispositivos eletrônicos com telas pequenas seja feita exibindo uma palavra por vez. Mas o Spritz dá um passo além.

O aplicativo seria capaz de reconhecer o Ponto de Reconhecimento Óptico, ORP em inglês. Para ler uma palavra, o cérebro não precisa que os olhos foquem em todas as letras, uma de cada vez. Basta bater o olho no ORP que o resto é feito de maneira imperceptível. Continua. Fonte: Biblioteca UCS.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

VIII Prêmio Cosern Literatura de Cordel

Participe do VIII Prêmio Cosern Literatura de Cordel. Mais de 4 mil em prêmios!
O Prêmio é divido em três categorias: Estudantes do Ensino Fundamental, Estudantes do Ensino Médio e Categoria Livre. Inscrições até 10/09. Participe e não perca esta chance. Clique aqui e saiba mais.
premiocordel.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

MPT/RN lança proposta de suspensão da greve de ônibus mediante concessão de abono

Em audiência de mediação presidida pelo procurador regional do Trabalho Xisto Tiago de Medeiros Neto ocorrida hoje, 11 de junho, o Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte (MPT/RN) lançou proposta de suspensão da greve de ônibus até o dia 14 de julho, mediante concessão de abono no percentual de 5,82% incidente sobre os salários pagos no mês de abril de 2014, a ser pago até o dia 20 de junho à categoria. A proposta também prevê obrigações a serem cumpridas pela Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana de Natal, conforme pode ser conferido na Ata de Audiência disponível aqui.

Na ocasião, estiveram presentes: os representantes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob), a secretária Elequicina Maria dos Santos, acompanhada do assessor jurídico Teles Marcio dos Santos; o procurador do Município do Natal Alexandre Araujo Ramos; e os representantes do Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município de Nata l (Seturn), o diretor Norberto Batista de Faria, assistido pelo advogado Eduardo Serrano da Rocha; e os representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do RN (Sintro), o presidente Nastagnan Batista da Silva, e o secretário-geral Luiz Carlos Ribeiro.

Os sindicatos se comprometeram a levar a proposta aos respectivos representados, para que seja analisada até amanhã, quando haverá uma segunda audiência de mediação, marcada para as 10 horas da manhã, na sede do MPT/RN. Segundo relatado pelo presidente do Sintro/RN, a greve terá início à meia-noite de hoje, quando passa a circular apenas 30% da frota urbana em Natal e 50% da frota metropolitana. Segundo ele, a proposta do MPT/RN será levada à Assembleia da categoria, marcada para 9h de amanhã, 12 de junho, onde será decidido sobre eventual suspensão.  Fonte: Ascom MPT/RN.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Novo informativo do TST traz decisões sobre execução trabalhista

O Tribunal Superior do Trabalho e a Comissão Nacional de Efetividade da Execução Trabalhista publicaram a primeira edição do Informativo TST Execução, que traz as principais decisões das Subseções I e II Especializadas em Dissídios Individuais do TST (SDI-1 e SDI-2) em matérias sobre o tema. O principal objetivo da proposta é incentivar os estudos e difundir a jurisprudência sobre execução trabalhista entre os magistrados.

A publicação, que terá periodicidade semanal, é elaborada pela Coordenadoria de Jurisprudência do TST com a orientação do juiz do trabalho Homero Batista Mateus da Silva, do Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (SP) e coordenador da Comissão Nacional. “O informativo está disponível para todos os interessados, e tem também um objetivo acadêmico, que é servir de nova fonte de pesquisa sobre o tema, na medida em que veicula decisões que já chegaram a um consenso no âmbito do TST”, explica o coordenador.

Aqueles que já recebem semanalmente o Informativo do TST, com as principais decisões da Corte, passarão a receber, também, a nova publicação. Quem ainda não recebe pode fazer seu cadastro diretamente no site do TST.

Clique aqui para ler a primeira edição do Informativo TST – Execução

Clique aqui para se cadastrar para receber semanalmente a publicação. Fonte: TST.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias

Trabalho escravo contemporâneo no Brasil: levantamento

Infográfico permite filtrar casos de trabalho escravo dos últimos 18 anos no Brasil; clique na imagem para consultar

A ONG Repórter Brasil organizou em um sistema aberto para consulta todas as informações sobre flagrantes de exploração de trabalhadores em condições análogas às de escravos já divulgadas pelo poder público no Brasil. Os dados foram obtidos a partir de tabelas publicadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) desde 1995, quando o governo brasileiro reconheceu a existência de escravidão no país e passou a adotar medidas para erradicação deste crime. É a primeira vez que um levantamento completo das informações públicas sobre flagrantes de escravidão é apresentado.

As tabelas das fiscalizações que resultaram em flagrante de trabalho escravo estão disponíveis na íntegra no site da Repórter Brasil. Na página também foi disponibilizado um infográfico interativo desenvolvido pelo jornalista Stefano Wrobleski onde é possível consultar os casos de escravidão por ano, unidade da federação e município. A ferramenta permite verificar, por exemplo, que nenhum caso de escravidão foi constatado pelo governo brasileiro no Distrito Federal e em Sergipe desde 1995. Ou então que o município onde mais se registrou esse tipo de superexploração do trabalho nestes 18 anos foi Confresa (MT), que fica na região da fronteira agrícola da Amazônia.

Entre 1995 e 2013 foram inspecionados 3.747 estabelecimentos e 47.031 pessoas em situação análoga à escravidão foram libertadas. Da fiscalização podem participar, além de fiscais do MTE, procuradores do Ministério Público do Trabalho e policiais da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal.

Confira os dados e o infográfico clicando aqui

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Motorista será indenizado por desenvolver síndrome do pânico após assalto a ônibus

Motorista será indenizado por desenvolver síndrome do pânico após assalto a ônibus

O TST tem entendido que o trabalho de motorista ou cobrador de transporte coletivo envolve situação de risco acentuado, possibilitando a aplicação da teoria da responsabilidade objetiva (parágrafo único do artigo 927 do Código Civil, que independe de culpa do empregador.  Continua. Fonte: TST.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Empresa é condenada em R$ 1 milhão por exposição a amianto

A empresa Imbralit Ltda., fabricante de artefatos de fibrocimento, foi condenada ao pagamento de R$ 1 milhão por irregularidades no ambiente de trabalho, em que operários são expostos ao amianto. A indenização, a título de danos morais coletivos, foi fixada em sentença dada na 4ª Vara do Trabalho de Criciúma (SC), em ação civil pública do Ministério Público do Trabalho em Santa Catarina (MPT-SC).

Na ação, ficou comprovado que a empresa não monitorava adequadamente todos os locais de exposição, bem como negligenciou o gerenciamento dos resíduos industriais e permitiu o contato físico de trabalhadores com o mineral, especialmente na alimentação de máquinas e equipamentos abastecidos com fibras de amianto.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

TRT/3 invalida dispensa de empregado alcoólatra

O alcoolismo crônico, nos dias atuais, é formalmente reconhecido como doença pela Organização Mundial de Saúde – OMS, que o classifica como síndrome de dependência do álcool. É uma patologia que gera compulsão e leva o alcoolista a consumir descontroladamente a substância psicoativa, retirando dele a capacidade de discernimento sobre seus atos. Portanto, antes de punir um empregado alcoólatra, o empregador deve encaminhá-lo ao INSS para tratamento. Se o órgão previdenciário entender pela irreversibilidade da situação, deverá tomar as providências necessárias à aposentadoria.

Com essas considerações, a 8ª Turma do TRT-MG julgou favoravelmente o recurso do reclamante para declarar nula a dispensa por justa causa aplicada pelo empregador, uma empresa do ramo têxtil. O ajudante de produção foi dispensado depois de ser advertido por algumas vezes em razão de faltas ao serviço ou comparecimento alcoolizado. Para o juiz que proferiu a sentença, a conduta do patrão foi correta, já que o reclamante é alcoólatra desde os 25 anos e a condição não o teria impedido de exercer de forma estável suas funções. Tanto que, quando foi dispensado, estava trabalhando e foi considerado apto. O magistrado sentenciante observou que não houve afastamento pela Previdência Social, nem tratamento de qualquer natureza. O reclamante apenas frequentou o grupo Alcoolicos Anônimos por algum tempo.

No entanto, o relator do recurso do reclamante, desembargador Sércio da Silva Peçanha, chegou a conclusão totalmente diversa. Uma perícia médica apurou que o trabalhador é portador de alcoolismo crônico, o que, para o desembargador, é o aspecto mais relevante no caso. Continua. Fonte: TRT/3.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Quem disse que livro não dá em árvore…

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Humor Bibliotecário

Link permanente da imagem incorporada

Deixe um comentário

11/06/2014 · 9:00