Expressão Nacional discute trabalho escravo urbano

TV CÂMARAFoto: TV Câmara

A crescente demanda por mão de obra no país, resultante da expansão econômica na última década, tem exposto imigrantes de várias nacionalidades a condições de trabalho análogas às da escravidão. No Brasil, o número de trabalhadores libertados em condições análogas à de escravos na área urbana supera o de resgatados no campo. Os dados são da Comissão Pastoral da Terra (CPT).

A construção civil encabeça o ranking dos setores com mais libertações no ano passado: 914. Segundo a OIT, como os imigrantes entram no Brasil ilegalmente, eles têm medo de denunciar a exploração à que são submetidos e enfrentar a deportação, sem saber que a Resolução Normativa número 93 do Conselho Nacional de Imigração prevê a concessão de vistos de permanência para estrangeiros que estejam no país em situação de vulnerabilidade.

A Câmara dos Deputados aprovou a PEC do Trabalho Escravo, mas a proposta se encontra parada no Senado, aguardando redação final. Como resolver essa situação? Como deve ser a punição para quem pratica trabalho escravo? Este é o tema do Expressão Nacional desta terça-feira, 29 de abril de 2014.

O programa, apresentado por Vania Alves, é exibido ao vivo na TV, na Rádio Câmara e também pela internet no www.camara.leg.br/tv às 21h30 das terças-feiras.

Você pode mandar perguntas para o expressaonacional@camara.leg.br, para o 0800-619-619 e para o twitter @xnacional.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s