Arquivo do dia: 18/01/2014

Como conservar seus livros

por Elisa Mello Kerr

 

Após ter lido o livro “Conservar para não Restaurar”, escrito por duas colegas de profissão, Lucy e Ione, pensei comigo: este não é um título qualquer, é um lema. Durante quinze anos estudando e trabalhando com restauração de livros e papéis, adotei este lema, não apenas nesse campo de atuação, mas também para muitos aspectos de minha vida, como: meus pertences, minha casa, minha rua, minha cidade, minhas amizades… Se me preocupo em cuidar bem e da maneira correta de tudo ao meu redor, os conservarei intactos por mais tempo – e provavelmente não terei que restaurá-los ou comprar outros. Nossos livros não fogem à regra. Seu tempo de vida útil dependerá dos cuidados e da forma com que os manuseamos. Mesmo sendo frágeis, podem manter-se úteis por séculos. Neste texto, explico como guardar, manusear e conservar esse bem que enriquece nosso saber e o das gerações seguintes, que aprenderão a buscar, com gosto e zelo, em nossa pequena biblioteca, o seu conhecimento. Continua na fonte: Bibliotecas do Brasil.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

22 livros que são diamantes para o cérebro

UlyssesOs Anos de Aprendizado de Wilhelm Meister

Livros, bons livros, são verdadeiros diamantes para o cérebro ou, se se quiser, para a alma. Aliás, até maus livros, se bem lidos, se tornam pelo menos uma vistosa bijuteria. Nesta lista, idiossincrática como qualquer outra, menciono livros que, em geral, foram editados no Brasil há alguns anos. Mas poucos estão fora de catálogo. Os que estão podem ser encontrados em sebos — caso da obra-prima “Paradiso”, romance do Lezama Lima. Quando Fidel Castro for um rodapé na história de Cuba, daqui a 55 anos, Lezama Lima permanecerá sendo lido. Veja a lista de sugestões na fonte: Revista Bula.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa