Arquivo do dia: 09/01/2014

Há 106 anos, nascia Simone de Beauvoir…

Escolha a escritora no game Filosofighters e lute em uma batalha de ideias.

simone de beauvoir

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Por que as bibliotecas estão ressurgindo das cinzas

23089879_9a76f38461_b

direto da terra da rainha, texto de Ken Worpole, publicado no The Guardian

Adoradores das biblioteca, entre os quais eu me incluo, não precisam estar muito cheios de tristeza e melancolia. Enquanto cortes e fechamentos estão afetando os serviços das bibliotecas, também é verdade que a última década assistiu a uma reinvenção da biblioteca pública no Reino Unido e em todo o mundo. A Biblioteca de Birmingham reabriu a um custo de 186 milhões de libras, tornando-se a maior biblioteca pública na Europa. Ela espera atrair 10 mil visitantes por dia. A magnífica biblioteca Mitchell de Glasgow, que anteriormente detinha o recorde como a maior biblioteca de referência pública na Europa, foi recentemente remodelada para um enorme efeito. Desde 2000, novos edifícios de bibliotecas abriram em Bournemouth, Brighton, Canada Water, Cardiff, Clapham, Dagenham, Glasgow, Liverpool, Newcastle, Norwich, Peckham, Whitechapel e em outros lugares, todas registrando números altíssimos de usuários.

Por que as bibliotecas estão de volta à agenda urbana? Um número crescente de pessoas está agora envolvido em alguma forma de educação continuada ou ensino superior, e precisam de espaço de estudo e acesso à internet, o que muitos não conseguem encontrar em casa. A ascensão de moradores que vivem sozinhos nos centros urbanos – em algumas capitais europeias se aproxima a 50 % dos domicílios – significa que as bibliotecas cada vez mais atuam como um ponto de encontro ou uma casa fora de casa, como servem para migrantes, refugiados e até mesmo turistas. A ideia da biblioteca como “a sala de estar da cidade” foi promulgada pela primeira vez nos projetos de bibliotecas escandinavas da década 1970, com os arquitetos respondendo aos desejos dos usuários para permanecerem mais tempo no ambiente, tomar um café e desfrutar de sessões de contação de histórias, concertos à hora do almoço ou participar de leituras de livros em grupos. Continua na fonte: Bibliotecários sem fronteiras.

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

Vídeo: Ações de conscientização alertam crianças para o trabalho infantil no RN

trabalho infantil - entrevista

Confira vídeo da entrevista sobre Trabalho Infantil, concedida pelo procurador regional do Trabalho Xisto Tiago de Medeiros Neto, veiculada no RNTV 1ª Edição de hoje, 09/01: G1 RN.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Reabilitação Profissional em debate

Fruto do Seminário sobre “Reabilitação Profissional – Discussão de um caso” realizado na Fundacentro/SP em abril de 2013  com a participação de instituições de saúde do trabalhador de todo o País, a “Proposta de Diretrizes para uma Política de Reabilitação Profissional” está disponível para consulta na íntegra.

Com a participação das pesquisadoras da entidade, Maria Maeno, Cristiane Queiroz Barbeiro Lima, Daniela Sanches Tavares e Laura Soares Martins Nogueira, o documento é resultado do acúmulo de conhecimento e experiências de profissionais de várias instituições e parte de um projeto desenvolvido pela Fundacentro desde 2007.

Na Proposta, foram apontadas questões críticas da situação atual dos trabalhadores que necessitam de reabilitação profissional e que enfrentam dificuldades relacionadas aos aspectos clínicos, à falta de integração entre os setores governamentais responsáveis e à ausência das necessárias mudanças das condições de trabalho para que a reinserção ocorra de forma duradoura, sem gerar agravamentos do quadro clínico. Além disso, várias propostas foram destacadas para cada dificuldade levantada. Continua na fonte: Fundacentro.

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

STF analisará formas de demissão de trabalhadores

O Supremo Tribunal Federal (STF) dará a última palavra em discussões trabalhistas que poderão alterar a dinâmica das empresas brasileiras. Pelo menos três questões importantes estão na pauta dos ministros: a possibilidade de demitir sem justificativa, a necessidade de negociação sindical para demissão em massa e o direito de grevistas fazerem manifestações em locais de trabalho. A depender das decisões, os empregadores serão obrigados a rever o passivo trabalhista dos cinco anos anteriores.

Leia mais em: http://www.valor.com.br/legislacao/3389322/stf-analisara-formas-de-demissao-de-trabalhadores#ixzz2puPSmhHk © 2000 – 2014. Todos os direitos reservados ao Valor Econômico S.A.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Pará e Mato Grosso lideram lista suja do trabalho escravo

Na mais recente atualização do Cadastro de Empregadores que promovem trabalho escravo contemporâneo, divulgada pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), existem 579 nomes, entre pessoas físicas e jurídicas. O maior número de inscritos na chamada “lista suja” é do Pará (26,08%), seguido por Mato Grosso (11,23%), Goiás (8,46%) e Minas Gerais (8,12%).

Dos 108 novos nomes de empregadores incluídos na lista, seis deles são em Mato Grosso. São duas fazendas de pecuária, uma madeireira, uma destilaria, uma carvoaria e uma empresa de geração de energia. Juntas, escravizaram 148 trabalhadores, resgatados durante ações de fiscalização empreendidas pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE) de Mato Grosso entre 2009 e 2013.

Muitas das operações contaram com a participação do Ministério Público do Trabalho (MPT). A partir da inclusão de seus nomes na relação, ficam impedidos de fazer contratos com o poder público e têm o crédito restringido por bancos, especialmente os públicos, como Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal (CEF) e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).  Continua na fonte: MPT.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Bem de família pode ser parcialmente penhorado para pagamento de dívida trabalhista

Uma fração de 800 m² de uma propriedade caracterizada como bem de família foi penhorada, mesmo estando em um terreno destinado à residência da família do sócio executado, para pagamento de dívida trabalhista. De acordo com decisão do Tribunal Regional do Trabalho da 4º Região (RS), mantida pela Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho, essa parte do imóvel era usada para fins eminentemente comercial.

Cabia ao sócio executado demonstrar que o bem penhorado servia exclusivamente como residência de sua entidade familiar. Contudo, os comprovantes de endereço incluídos apenas comprovaram que também estaria localizada no mesmo endereço a empresa Telas Gaúcha Ltda. Em sua defesa, o proprietário alegou que embora parcela do imóvel abrigue parte comercial, a residência encontra-se localizada em área contígua, não havendo possibilidade de desmembramento. O recurso não foi aceito pelo  Regional. “Não havendo cabal demonstração de que a parte penhorada serve de residência do executado e sua família, mas, ao contrário, consoante as fotografias juntadas, de que o local é destinado ao exercício da atividade econômica da sociedade empresarial Telas Gaúcha Ltda., não há que se  falar em incidência da garantia prevista na Lei nº 8.009/90”, fundamentou o TRT da 4º Região. Fonte: TST.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Pacto empresarial pode reduzir jornada de trabalho

Um tema que suscitará debate no Senado este ano será a redução da jornada de trabalho. O assunto continua presente na pauta do movimento sindical, e a discussão para encontrar alternativas que amorteçam o impacto do chamado desemprego estrutural, provocado pelos avanços tecnológicos especialmente no setor industrial, deve avançar na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) neste semestre.

O projeto (PLS 254/2005) vai na linha das reivindicações do movimento sindical. E foi baseado em experiência bem sucedida de uma empresa do Paraná, que reduziu a jornada e aumentou a sua produtividade – explica Paim, em entrevista ao Jornal do Senado.

O texto original prevê reduzir as atuais 44 horas semanais para 36 horas, em regime de seis horas diárias, sem redução de salários, com o compromisso ajustado entre empregados e empregadores de manter, no mínimo, o nível de produtividade obtido com a jornada ampliada. Continua na fonte: Ag. Senado.

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

Audiolivros grátis para você ouvir

A Cartomante - Machado de Assis audio livro audio livros  audio book audio books  audio-livro  audio-livrosMP3A Cartomante – Machado de Assis

Quantos livros você conseguiria ler a mais se não perdesse de duas a três horas do seu dia no trânsito caótico que percorre entre casa e trabalho, na cidade em que vive? E se pudesse, entre um semáforo e outro, ler um livro?

Pois milhares de brasileiros já utilizam o tempo no trânsito para ter mais acesso à cultura, informação e entretenimento, por meio dos audiolivros, um formato que surgiu nos Estados Unidos e que veio para o Brasil há cerca de 15 anos. E tudo indica que veio para ficar!

Além dos motoristas, muitas pessoas optam por esse produto para ouvir enquanto caminham no parque, andam de bicicleta e até enquanto trabalham em frente ao computador.

No audiolivro, a narração do texto obedece ao conteúdo do livro. A leitura do livro é feita por um ator/narrador profissional em estúdio especializado, só depois de revisado o conteúdo recebe trilhas sonoras e é fechado no que chamamos de ‘matriz de áudio’, e que vai seguir para a prensagem e impressão.

Hoje é mais comum encontrar audiolivros gravados em formato MP3, por conta do tamanho dos livros. Para aqueles que gostam de ouvir os audiolivros em celulares, tablets etc podem comprar apenas o conteúdo sonoro, ou seja, dispensa-se o CD e a embalagem, compra-se apenas o áudio, por download. Além de ser um processo mais rápido de acesso ao conteúdo é também mais barato!

Se você ainda nunca ouviu um audiolivro, experimente!

Abaixo 3 sites com audio livros gratuitos:

Fonte: Canal do ensino.

Deixe um comentário

Arquivado em E-books, Bibliotecas Digitais

RFT – Revista Fórum Trabalhista n. 8

Encontra-se disponível na Biblioteca do MPT/RN. Veja o sumário.

RFT n. 80001

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos