Arquivo do dia: 29/06/2013

Acervo de Carlos Scliar já pode ser consultado pela internet

Mais de 10 mil documentos entre fotografias, correspondências, obras e catálogos compõem o projeto Acervo Carlos Scliar Memória

Estátua do pintor modernista em frente à Casa-Ateliê Carlos Scliar.  (Crédito: Mapa de Cultura/ Diadorim Ideias/ Cris Isidoro)

 No dia 22 de junho, na Casa Ateliê/Instituto Cultural Carlos Scliar, em Cabo Frio, foi lançado o projeto Acervo Carlos Scliar Memória, que reúne mais de 10 mil documentos, entre fotografias, correspondências, obras e catálogos de Scliar (1920-2001), um dos mais importantes artistas modernos brasileiros.Patrocinado pela Petrobras, o projeto realizou a higienização, organização, catalogação e acondicionamento de cerca de 10.900 itens do acervo particular do artista, além de ter produzido um novo site, que disponibilizará o banco de dados do acervo.A Casa Ateliê/Instituto Cultural Carlos Scliar foi selecionada no edital da SEC de Apoio ao Desenvolvimento de Museus e Instituições Museológicas no estado do Rio de Janeiro, com repasse de recursos financeiros por dois anos. A casa funciona em um sobrado oitocentista, adquirido em ruínas pelo artista e reformado para abrigar seu ateliê. Foi lá que Scliar, nascido em Santa Maria, no Rio Grande do Sul, viveu mais de 40 anos, trabalhou e começou seu acervo ao longo da vida.Para ter acesso a esse banco de dados virtual, a pessoa deve entrar no site, clicar em “Visitante” e depois, em “Consulta”. Fonte: Sec. Cultura do RJ

 

Deixe um comentário

Arquivado em Arte e cultura

10 Livros de espionagem que viraram filmes

1 – O Espião que Saiu do Frio, de John Le Carré: Considerado como o melhor romance de espionagem de todos os tempos, a obra de 1963 foi adaptada para os cinemas em 1965 pelo diretor Martin Ritt. O livro transcorre num conturbado período de alertas e tensão durante a Guerra Fria, e começa e termina na Alemanha Oriental , cerca de um ano após a conclusão do muro de Berlim.
2 – Firefox, de Craig Thomas: Tendo a Guerra Fria como enredo, envolve uma tentativa da CIA e MI6 para roubar um avançado experimento soviético com aviões de combate. O protagonista principal é piloto de caça que virou espião, Mitchell Gant . Dirigido por Clint Eastwood, o livro virou filme em 1982.
3 – O Arquivo Odessa, de Frederick Forsyth: A suposta organização para proteger ex-integrantes da SS, é levantada por Arquivo Odessa e foi para as telas dos cinemas em 1974.
4 – A Identidade Bourne, de Robert Ludlum: O livro que apresenta o espião sem memória, Jason Bourne, e que precisa urgentemente descobrir sua identidade. Nos cinemas Matt Damon deu vida a Bourne numa adaptação que levou certo tempo, já que o livro foi publicado em 1980, e a trilogia ganhou as telas apenas em 2002. A Identidade Bourne também é considerado um dos melhores romances de espionagem de todos os tempos;
5 – Buraco da Agulha, de Ken Follet: O livro chegou a ganhar o Prêmio Edgar como melhor romance do Mystery Writers of America e se tornou um bestseller abordando como tema a 2ª Guerra Mundial.O livro foi transformado em filme em 1981 com um roteiro adaptado por Stanley Mann e dirigido por Richard Marquand .
6 – A Soma de Todos os Medos, de Tom Clancy: É um dos livros da série protagonizada pelo espião Jack Ryan. Nesta obra Clancy aborda a tentativa de reconstrução de uma arma nuclear perdida. O romance publicado em 1991 poucos dias antes de insurreição de Moscovo, foi adaptado para os cinemas em 2002.

7 – Nosso Homem em Havana, de Graham Greene: Misturando um pouco de humor negro e espionagem, o livro se passa durante o regime de Fulgêncio Batista na ilha. Foi adaptado em filme em 1959, dirigido por Carol Reed e estrelado por Alec Guinness , em 1963 foi adaptada para uma ópera de Malcolm Williamson , para um libreto de Sidney Gilliat , que havia trabalhado no filme. Em 2007, foi adaptada para um jogo por Clive Francis .

8 – O Jardineiro Fiel, de John Le Carré: O livro conta a história de Justin Quayle, um diplomata britânico cuja esposa ativista é assassinada. Acreditando que há algo por trás do assassinato, ele procura descobrir a verdade e encontrar uma conspiração da internacional da indústria farmacêutica. O livro foi adaptado para os cinemas em 2005, dirigido pelo brasileiro Fernando Meirelles;
9 – Enigma, de Robert Harris: É um romance de Robert Harris sobre Tom Jericho, um jovem matemático tentando quebrar os “Enigmas” alemães durante a Segunda Guerra Mundial .
10 – Rainbow Six, de Tom Clancy:  Conhecido mundialmente pelo jogo, o romance de 1998 aborda o contraterrorismo. Ganhou as telas dos cinemas em 2007, e foi dirigido por Zack Snyder;

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa