Arquivo do dia: 11/06/2013

10 poemas da Geração Mimeógrafo ou Poesia Marginal

Pedimos a 20 convidados — escritores, críticos, professores, jornalistas — que escolhessem os poemas mais significativos da Poesia Marginal ou Geração Mimeógrafo, movimento literário brasileiro que ocorreu entre os anos 1970 e 80, em função da censura imposta pela ditadura civil-militar. A principal característica do gênero foi a substituição dos meios tradicionais de circulação das obras — editoras e livrarias — por meios alternativos: pequenas tiragens com cópias mimeografadas comercializadas a baixo custo e vendidas de mão em mão. Cada participante da enquete poderia indicar entre um e dez poemas. Nenhum autor poderia ser citado mais de uma vez. Clique aqui para ver a lista baseada no número de citações. Os poemas selecionados foram publicados nos livros “26 Poetas Hoje”, organizado por Heloisa Buarque de Hollanda, e “Poesia Jovem Anos 70”, de Carlos Alberto M. Pereira e Heloísa Buarque de Hollanda. Fonte: Revista Bula

Chacal/Nicola Behr

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Gerdau terá de ressarcir INSS por benefício acidentário

A Gerdau Comercial de Aços terá de devolver aos cofres do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) os valores pagos a título de benefício acidentário a empregado que sofreu acidente enquanto trabalhava. A decisão, que negou recurso da empresa gaúcha, é do Tribunal Regional Federal da 4ª Região, em acórdão lavrado na sessão do dia 5 de junho.

O fato ocorreu em julho de 2007. O funcionário movimentava um dispositivo de armazenagem quando um balancim — andaime utilizado para suspender cargas e pessoas — de 131 quilos caiu sobre ele, causando traumatismo na sua coluna. Após pagar o benefício acidentário à vítima, o INSS ajuizou ação regressiva contra a Gerdau. Segundo a autarquia, o acidente teria sido causado pelo descumprimento das normas de higiene e de segurança do trabalho. (continua) Fonte: Conjur

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Dominó gigante com 2131 livros

A Biblioteca Pública de Seatlle, no estado de Washington (EUA) teve uma excelente ideia ao criar um dominó gigante com milhares de livros. Esta iniciativa juntou 27 voluntários numa campanha de incentivo à leitura. Foram utilizados 2131 livros colocados numa fila até formarem a palavra “READ” (Leia). Clique aqui e assista ao vídeo que registra o recorde mundial de dominó gigante. Fonte: Balcão de Biblioteca

dominó de livros

1 comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Mc Donald’s é condenado por permitir acesso de gerente a banheiros de empregadas

A Sexta Turma do Tribunal Superior do Trabalho manteve decisão que condenou a Nutrisavour Comércio de Alimentos Ltda., franquia da rede Mac Donald’s em Sorocaba (SP), ao pagamento de indenização de R$ 10 mil a uma atendente, por permitir o acesso irrestrito do gerente e do coordenador da loja aos vestiários, sem que batessem à porta antes de entrar no recinto. A condenação foi imposta pelo Tribunal Regional do Trabalho da 15ª Região (Campinas/SP).

Na reclamação trabalhista e em seu depoimento pessoal, a empregada afirmou que tanto o gerente quanto o coordenador entravam no vestiário sempre que as empregadas iam trocar de roupa ou utilizar as instalações sanitárias. Ela contou ainda que, por diversas vezes, foi sido vista por esses empregados apenas trajando roupas íntimas. O Mac Donald’s, em sua defesa, afirmou que os gerentes só entravam no vestiário feminino após baterem à porta por três e terem a sua entrada autorizada. (continua) Fonte: TST

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Hoje, mesa redonda no MPT/RN marca Dia Nacional de Combate ao Trabalho Infantil

Fórum Estadual de Erradicação do Trabalho Infantil, Proteção e Aprendizagem do Adolescente Trabalhador (FOCA-RN), ligado à Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE-MTE), realizará no próximo dia 11 de junho, às 15 horas, no auditório da PRT 21ª Região, uma mesa redonda que irá debater sobre a situação do trabalho infantil no RN, com dados do CENSO e da SRTE-RN.

A mesa redonda marcará o dia 12 de junho – dia mundial e nacional de luta contra o trabalho infantil, quando ocorrem eventos de sensibilização sobre o tema. Neste evento, serão apresentadas as ações propostas pela Rede Potiguar após a reflexão que aconteceu nos dias 3 e 4 de junho passados, na UFRN, quando empregadores, trabalhadores, governo e a sociedade civil dos nove estados nordestinos discutiram sobre o fim do trabalho infantil, preparando-se para a III Conferência Global sobre este tema, a qual ocorrerá em Brasília, no mês de outubro.

Será dada ênfase ao trabalho doméstico, tema escolhido este ano no Brasil como norteador das discussões, por ser uma das piores formas de trabalho infantil, portanto, proibida a utilização de pessoas com menos de 18 anos de idade para a prestação de serviços dessa natureza.

O debate terá a participação do Ministério Público do Trabalho (MPT), Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região, prefeitura de Natal, governo do Estado, Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do RN (CONSEC), o Fórum de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Fórum DCA), o Centro de Apoio Operacional de Apoio aos Promotores da Infância e Juventude (CAOPIJ) e a Frente Parlamentar em Defesa da Criança e do Adolescente e do adolescente Lucas.

SERVIÇO MESA REDONDA PARA DEBATER A SITUAÇÃO DO TRABALHO INFANTIL NO RN (Evento que marca o Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil – 12 de junho) Dia: 11 de junho de 2013 Horário: 15 horas Local:  Auditório da Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região (Rua Poty Nóbrega, 1941  – Lagoa Nova – Natal/RN)

PROGRAMAÇÃO 15h – Formação da mesa redonda: MPT; MTE; TRT-RN; Prefeito do município de Natal; Governadora do estado do RN; CONSEC; Fórum DCA, CAOPIJ; Frente Parlamentar Pela Infância e Adolescência, adolescente Lucas.

15h15min – Abertura pelo FOCA e exibição de vídeo

15h30min – Daluzinha Avlis. Instante de reflexão.

15h40min – Debates

17h20min – Leitura da Carta aos prefeitos pelo adolescente Lucas

17h40min – Apresentação da campanha nacional do MPT

18h – Encerramento

Com informações da Coordenação do FOCA-RN

Deixe um comentário

Arquivado em Eventos

Brasil é referência no combate ao trabalho forçado

Luís Camargo apresenta posição brasileira para delegados presentes à Conferência da OIT, em Genebra, nesta terça-feira

Genebra – O procurador-geral do Trabalho, Luís Camargo, explicará a posição do Brasil sobre o combate ao trabalho forçado, nesta terça-feira (11), em Genebra (Suíça), às 13h (hora local). Camargo falará, em nome da delegação governamental do Brasil, para delegados de todo o mundo, reunidos pela Confederação Sindical Internacional para debater o tema do trabalho forçado.

Camargo foi convidado a explicar a posição brasileira pelo integrante da Missão Permanente do Brasil junto às Nações Unidas e outras Organizações Internacionais em Genebra, Francisco de Sousa.

O procurador-geral do Trabalho falará no encontro, ao lado do representante governamental dos Estados Unidos da América e de representantes das bancadas dos trabalhadores e empregadores.

Camargo destacará que o Ministério Público no Brasil é órgão extrapoderes e que a atuação do MPT ocorre na defesa dos direitos humanos dos trabalhadores de forma ampla. Entre outras áreas, ele destacará a proteção das normas de saúde e segurança do trabalhador, o enfrentamento contra o trabalho infantil e o combate ao que a Organização Internacional do Trabalho (OIT) denomina trabalho forçado.

Ele lembrará que a atuação do MPT tem obtido sucesso em ações coletivas, ajuizadas pelos procuradores do Ministério Público em todo o Brasil, resultando em condenações e indenizações, individuais e coletivas, com valores extremamente significativos.

Em seguida, ele destacará que, no Brasil, o que a OIT define como trabalho forçado é entendido como trabalho escravo contemporâneo.

“Se, para a OIT, o trabalho forçado é visto dentro do contexto de ameaça de sanção e restrição de liberdade, no Brasil, o trabalho escravo contemporâneo também inclui situações de trabalho em condições degradantes”, explica o procurador-geral. “Interpretamos este conceito de forma especial, pois, diante de nossa experiência cotidiana, encontramos, além do trabalho forçado, também condições degradantes, como previstas no Direito brasileiro.”

Camargo será enfático: “O que queremos garantir é a dignidade da pessoa humana do trabalhador e rejeitar, por completo, a coisificação deste trabalhador, pois entendemos que coisas têm preço e as pessoas, dignidade.”

O trabalho forçado será o tema da conferência da OIT de 2014. Fonte: Ascom MPT

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Trailers de livros: Arnaldo Antunes lê Paulo Leminski (Booktrailer de “Toda poesia”)

A poesia de Paulo Leminski promove — com inteligência e sensibilidade — o encontro de muitos contrários: o rigor e a emoção, a erudição e a leveza, a vanguarda e o pop. Não por acaso Leminski é um dos autores que, tendo florescido nos anos 1970, continua influenciando poetas e letristas das novas gerações.

 A coletânea “Toda poesia” reúne pela primeira vez toda a poesia já publicada do autor curitibano, mestre do verso lapidar e da astúcia. Livros hoje clássicos como “Caprichos e relaxos”, “Distraídos venceremos” e “La vie en close”, além de títulos raros como “Quarenta clics em Curitiba” estão agora novamente à disposição dos leitores com inédito apuro editorial.

Para assistir este trailer de “livro” e outros títulos, clique aqui.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa, Trailer de livro

Dinâmica da política influencia compras e empréstimos da Biblioteca do Senado

A Biblioteca do Senado colocou à disposição dos seus usuários 285 livros novos durante o mês de maio. Contando obras que já estavam no acervo da instituição, mas não haviam sido ainda catalogadas, o acréscimo foi de 381 volumes, de acordo com dados fornecidos pela instituição.

No mês, foram adquiridos 455 livros, o que elevou o total do ano a 3.257, mas nem todos os títulos comprados em maio puderam ser preparados para consultas e empréstimos. A perspectiva é de que em junho as aquisições cheguem a 651 volumes.

Conforme a diretora da biblioteca, Helena Celeste Vieira, como o Senado é palco de debates e decisões que mudam os rumos do país, é responsabilidade da instituição ofertar a parlamentares, assessores e servidores, material de pesquisa em volume e qualidade suficientes para a instruir a elaboração de projetos, a apresentação de emendas e a redação de discursos.

Os critérios para a aquisição incluem tanto a necessidade da oferta de novos títulos e temas quanto a reposição de exemplares desgastados e a substituição de edições superadas.

– Procuramos observar os assuntos que estão recebendo mais atenção dentro do Senado para oferecer material de consulta à altura das demandas que nos são feitas, mas também nos antecipamos ao que possa vir a ser objeto de procura – explica Helena Vieira, cuja equipe conta com um orçamento anual de R$ 275 mil para livros nacionais e R$ 110 mil para os estrangeiros. (continua) Fonte: Ag. Senado

Deixe um comentário

Arquivado em Ciência da Informação: Biblioteconomia e arquivologia

Liberte um livro

Deixe um comentário

11/06/2013 · 8:23