Governo decide que INSS para patrão de empregado doméstico fica em 12% e multa sobre o FGTS em 40%

O governo decidiu manter em 12% a contribuição paga ao INSS pelo empregador de trabalhadores domésticos e fixar em 40% do saldo do FGTS a multa devida em caso de demissão sem justa causa, mesmo valor pago às demais categorias. Essas eram as duas principais dúvidas no desenho da regulamentação da emenda constitucional que instituiu novos direitos para os trabalhadores domésticos, aprovada no Congresso em março.

Calcule qual é o seu custo com o empregado doméstico pela nova lei

Segundo a Folha apurou, o Executivo manterá a contribuição de 12%, que cobrirá –além do INSS– auxílio contra acidente de trabalho, seguro-desemprego e salário-família –benefícios introduzidos pelas novas regras. (continua) Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s