MPT vê demissões da Gol como ‘afronta’ e pede multa de R$ 28 mi

O Ministério Público do Trabalho (MPT) da 1ª Região (Rio de Janeiro) enxergou nas demissões que a Gol fez neste fim de semana de 850 funcionários da Webjet uma “afronta” à Justiça.

O procurador do trabalho do MPT, Carlos Augusto Sampaio Solar, afirmou que vai pedir ao Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio que exija a reintegração dos 850 funcionários demitidos da Webjet na própria Gol, além da aplicação de multa de R$ 28 milhões, calculada entre 27 de dezembro e fim de janeiro, mais um reajuste no valor da penalidade, fixada em R$ 1.000 por funcionário e por cada dia de decisão judicial descumprida.

“O Ministério Público entende que essa medida da Gol, tomada de forma unilateral, afronta a liminar deferida pelo juízo e enseja medidas enérgicas por parte do Ministério Público”, afirmou Solar. (continua) Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s