A arte de guardar os livros na prateleira

Para os amantes dos livros, uma das coisas mais importantes, além de ler suas novas aquisições, é como guardá-las em suas prateleiras ou estantes. A maneira como isso é feito gera um universo de possibilidades que podem evidenciar bastante sobre os donos desse acervo. Além disso, a forma como normalmente vemos os livros hoje nas prateleiras de livrarias e bibliotecas nem sempre foi o padrão.

Ao contrário do que estamos habituados a ver hoje, nem sempre os livros ficaram expostos verticalmente, com a lombada para fora. Segundo estudos, por séculos os livros eram guardados em prateleiras horizontalmente, ou seja, deitados, levemente inclinados, como mostra a gravura de Esdras o escriba e seu armário:

Esdras o escriba e as prateleiras de livros em seu tempo

(Esdras o escriba – Florença, Biblioteca Medicea Laurenziana)

Isso certamente dificultava o manejo dos acervos, com livros empilhados uns sobre os outros. Com o passar do tempo, foi inventada a ordenação vertical, e isso facilitou muito a vida dos leitores. Os livros então poderiam ser retirados das prateleiras sem que os outros fossem afetados, e propiciou até sua conservação.

Algumas vezes, os donos de bibliotecas particulares guardavam seus livros com a lombada para dentro e o corte para fora, e pediam que artistas pintassem cenas que pudessem identificar seus conteúdos, como na biblioteca de Odorico Pillone, fidalgo de Veneza, com desenhos de Cesare Vecellio, por volta de 1500. Entretanto, as bibliotecas particulares eram muito poucas nos séculos seguintes, apesar de toda a arte que as pinturas nos cortes representava.

Livros com cortes pintados

Somente após a Grande Depressão, as prateleiras e estantes nos domicílios começaram a ser mais recorrentes, e os livros passaram a ter preços mais acessíveis. Então, diversas formas de ordenação foram inventadas, a gosto de cada apaixonado leitor, como listamos no post sobre 30 das mais criativas estantes para livros.

Mas como guardamos nossos livros nas prateleiras ou estantes pode dizer muito sobre nós. Há quem prefira utilizar suas prateleiras como decoração, guardando seus livros por ordem de cor, o que causa um efeito colorido no acervo e torna o ambiente mais estiloso. A ordem por tamanhos dos livros não é tão comum, mas leitores mais milimétricos se deliciam com essa ordenação.

“Você pode dizer o quão séria a pessoa é olhando para seus livros”, afirmou a escritora americana Susan Sontag à sua nora Sigrid Nunez, também escritora, como revelou o periódico The Paris Review no último mês. Segundo Sigrid, a autora não estava se referindo a quais títulos a pessoa lê, mas como eles são ordenados na prateleira. A nora, após essa confissão, reordenou seus livros por assunto e em ordem cronológica, em vez da habitual ordem alfabética de autor, para assim parecer mais séria. Fonte: Estante Virtual

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s