Arquivo do dia: 03/12/2012

Diferenças de gênero no trabalho infantil e adolescente são históricas e culturais

Enquanto meninos ocupam tarefas nas ruas e que exigem esforço físico, as meninas ainda são vistas como responsáveis pela casa.

São históricas, sociais e culturais as diferenças de gêneros entre homens e mulheres, embora caminhemos, mesmo que a passos curtos, rumo à emancipação feminina pelo seu espaço e igualdade de direito aos dos homens perante uma sociedade machista, sexista, patriarcal, conservadora. Diversos estudos nacionais apontam que, apesar de terem mais anos de escolaridade que os homens, as mulheres ainda estão em desvantagem no que se refere a condições de trabalho, melhorias salariais, ocupação de postos de liderança e na partilha do trabalho doméstico – ainda sob responsabilidade predominante delas.

Estas disparidades acontecem já desde a infância, com crianças e  adolescentes em situação de trabalho infantil. As respostas sobre a  divisão desigual do trabalho devem estar associadas à compreensão das  diversas construções de gênero e diferentes culturas, como afirma a  coordenadora do Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho  Infantil, Isa de Oliveira. “A sociedade define, por meio das ações  culturais, o que é trabalho de menino e o de menina. Até os 18 anos, os tipos mais comuns de atividade laborativa para as elas são o trabalho  doméstico e a exploração sexual”. Para os meninos, os tipos mais comuns  envolvem atividades físicas ou situações que expõem maiores riscos, como  trabalhou em lavouras ou cuidadores carros. “Se analisarmos a faixa  etária abaixo de 14 anos, a maior incidência é rural, envolvendo  trabalho de garotos na agricultura familiar. De 15 a 17 anos o trabalho  concentra-se na área urbana com atividades informais”, analisa. (continua) Fonte: Portal Aprendiz

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

Flagrante de trabalho infantil em feira livre de Natal (RN)

Crianças e adolescentes carregadores, empacotadores e vendedores passam despercebidos em meio aos adultos que compram e vendem nas feiras livres

A feira livre leva o nome de Cidade da Esperança, o mesmo do bairro na zona oeste de Natal, mas muitas crianças da vizinhança sofrem com a falta de perspectivas. Um ano depois de afastar do trabalho 42 crianças que passavam os domingos carregando encomendas para os clientes da feira,  fiscais do Ministéiro do Trabalho no Estado (MTE) encontraram, em outubro, outras 39 fazendo o mesmo serviço.

“São crianças de 8 a 15 anos, muitas visivelmente em situação de abandono, com bicho de pé, problemas dentários, vê-se que não têm assistência nenhuma. A família muitas vezes aluga ou compra o carrinho para os meninos poderem trabalhar”, conta a auditora fiscal Marinalva Cardoso Dantas.

Depois da ação em 2011, as crianças que trabalhavam na feira foram encaminhadas para a rede de proteção social local. Muitas famílias passaram então a receber o Bolsa Família, que exige um nível de 85% de frequência escolar das crianças do domicílio, uma forma de mantê-las longe do trabalho. Na ação deste ano, duas das 49 crianças encontradas pelos fiscais em 2011 continuavam na feira de Cidade da Esperança; as demais começaram de um ano para cá.

A situação particular de um menino chamou a atenção de Marinalva. Com os pés machucados e infectados, ele circulava, arrastando sandálias grandes demais, em busca de clientes. Esperava desde as 6h para levar as compras de alguém. “Eram 9h e ele ainda não tinha ganhado nada, precisamos pagar fretes para ele poder comer”, lembra. “Ele só sabia o primeiro nome, estava completamente alheio a tudo”. (continua) Fonte: Repórter Brasil

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

No Senado, sindicalistas e autoridades debatem assédio moral e demissão voluntária

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) promove na próxima terça-feira (4) audiência pública para debater o assédio moral, a demissão voluntária e a terceirização no Brasil

Os problemas da terceirização no trabalho também foram tema de debate na CDH em 28 de novembro. Na ocasião, advogados e representantes do Ministério Público, dos auditores fiscais do Trabalho e de centrais sindicais afirmaram que a prática tem servido para reduzir custos e aumentar lucros das empresas, à custa de redução salarial e desobrigação de direitos trabalhistas. Para a maioria dos debatedores, a responsabilidade pelo trabalhador não deve ser apenas da prestadora de serviço que o contratou, mas deve ser partilhada pela empresa que contratou os serviços.

Para o debate, de iniciativa do senador Paulo Paim (PT-RS), foram convidados o ministro do Trabalho, Carlos Daudt Brizola; a ministra Maria Cristina Irigoyen Peduzzi, do Tribunal Superior do Trabalho (TST); os senadores Cristovam Buarque (PDT-DF) e Inácio Arruda (PCdoB-CE); os deputados estaduais do Pará Edilson Moura e Raimundo Santos; Valdemar Moreira da Silva Filho, engenheiro em segurança do trabalho; Francis Bogossian, presidente do Clube de Engenharia; e representantes sindicais de empresas de prestação de serviços, pedevistas (optantes pelos programas de demissão voluntária), servidores públicos federais e petroleiros. Fonte: Ag. Senado

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

CPI do Tráfico de Pessoas faz diligências em Natal/RN

O desaparecimento de cinco crianças no bairro Planalto, na periferia de Natal-RN, entre 1988 e 2011, será tema de debate em audiência pública promovida pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico Nacional e Internacional de Pessoa, nesta segunda-feira (3), às 9h, na Assembléia Legislativa do Rio Grande do Norte.

A presidente da CPI, senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB-RN), disse que a audiência será uma forma de cobrar respostas para o que ficou conhecido como o “Caso das Crianças do Planalto”.

– Já solicitamos ao Ministério da Justiça que a Polícia Federal também atue no caso como para aprofundarmos as investigações –  disse a senadora, que vai coordenar a audiência na capital potiguar.

Os familiares das crianças até o momento não sabem o que aconteceu. A principal suspeita é que essas crianças foram levadas de suas residências para a remoção de órgãos ou para a adoção ilegal por estrangeiros.

O senador Paulo Davim (PV-RN), membro da CPI, disse que acompanha o caso com muito empenho.

– A CPI veio para acrescentar e tentar esclarecer esses desaparecimentos, já que o caso apresenta sérios indícios de tráfico de crianças – disse ele.

Além dos familiares das crianças, devem participar da audiência o secretário estadual de segurança pública, Aldair da Rocha, o procurador-geral de Justiça Manoel Onofre Neto, e o delegado da Polícia Civil Márcio Delgado. Fonte: Ag. Senado

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

Projeto prevê pena de detenção para revista íntima

O projeto de lei nº 583/2007 de autoria da deputada Alice Portugal (PCdoB-BA) proíbe a revista íntima de mulheres nos locais de trabalho, incluídas as empresas privadas, os órgãos públicos da administração direta e indireta, as sociedades de economia mista, as autarquias e as fundações em atividades no Brasil.

No artigo 2º é estipulada multa de 50 salários mínimos para o infrator, a suspensão, por 30 dias, do funcionário da empresa que procedeu à revista, em caso de reincidência e, ainda, incorrendo em nova reincidência, o empregador ficará sujeito à detenção de seis meses a um ano. (continua) Fonte: TST

Veja mais

Corregedor da Justiça do Trabalho fala sobre os limites da revista íntima

Os limites da revista imposta aos trabalhadores

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

Criativos e divertidos: conheça alguns Doodles de escritores

Se você é daquelas pessoas que acredita que é Deus no céu e o Google na terra, certamente você já os conhece. Eles são criativos, divertidos e tem até os interativos. Quando aparecem é para nos lembrar de alguma data especial ou homenagear alguma personalidade importante para nossa história. São os doodles! Para quem não sabe, “doodle” é uma palavra inglesa que se refere a um desenho tipo esboço. No português, seria o equivalente a “rabisco”. Se antes eles eram mais facilmente encontrados em cadernos escolares, desde 1998, o Google resolveu levá-los também para uma versão digital. E nós leitores super aprovamos! Com isso, ganhamos uns doodles bem criativos em homenagem a alguns escritores queridos. Abaixo, selecionamos alguns deles.

 Doodles de Escritores homenageados pelo Google

 

Doodles de Escritores homenageados pelo Google

 

 

Doodles de Escritores homenageados pelo Google

 

 

Doodles de Escritores homenageados pelo Google

Fonte: Estante Virtual

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Livros também são temas de tirinhas (3)

Mafalda

Do cartunista argentino Quino na sua clássica tirinha da Mafalda com o tema da leitura.

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Biblioteca Pública de SC monta árvore de Natal com 1,4 mil livros

Árvore foi feita com livros do poeta catarinense Cruz e Sousa (Foto: Divulgação)Árvore foi feita com livros do poeta catarinense Cruz e
Sousa (Foto: Divulgação)

Uma árvore de Natal com quase 1,4 mil livros foi montada na Biblioteca Pública de Santa Catarina, em Florianópolis. A iniciativa foi da Fundação Catarinense de Cultura (FCC), com o objetivo presentear os visitantes do espaço, que fica no Centro da capital.

Os 1.380 exemplares são de obras do poeta catarinense Cruz e Sousa e posteriormente serão doados a visitantes. A árvore ficará no hall de entrada da Biblioteca até o dia 6 de janeiro de 2013, dia em que a comunidade cristã comemora o Dia de Reis e que tradicionalmente os arranjos natalinos são desmontados.

Ainda de acordo com a FCC, cerca de 2,5 mil pessoas passam pela Biblioteca Pública todos os meses. Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos