Arquivo do dia: 10/10/2012

Empregador deverá ressarcir e indenizar trabalhador que passou a ser devedor da empresa em acerto rescisório

Um motorista de ônibus procurou a Justiça do Trabalho alegando que a ex-empregadora descontou indevidamente de suas verbas rescisórias mais de R$8.000,00. Tudo porque o motor do veículo que dirigia fundiu e a empresa entendeu que a culpa era dele e cobrou o valor correspondente ao reparo no acerto rescisório. Em vez de receber o acerto, o reclamante passou, então, a ser devedor da reclamada. Com essa conduta, a ré transferiu a ele os riscos do empreendimento, causando-lhe constrangimentos, já que não recebeu o necessário para o sustento de sua família. Além de pedir o reembolso dos valores descontados, o motorista requereu a condenação da empresa de transportes coletivos ao pagamento de indenização por danos morais. E o juiz do trabalho substituto Edísio Bianchi Loureiro, em atuação na 3ª Vara do Trabalho de Governador Valadares, deu razão ao trabalhador. (continua) Fonte: TRT/3

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Capas minimalistas para livros clássicos

A Ilha do Tesouro - Robert Louis Stevenson

A Letra Escarlate - Nathaniel Hawthorne

Drácula - Bram Stoker

Veja outras. Fonte: Biblioteca de São Paulo

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Vídeo: It’s a book

Não rola a página, não dá pra blogar, não dá pra tuitar: é um livro. Clique aqui para assistir

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Os livros da vida da processualista Ada Pellegrini

Por Ada Pellegrini Grinover

Depoimento concedido à Livia Scocuglia e Elton Bezerra

Eu sempre li muito. Eu nasci em Nápoles, na Itália, em 1933, e passei o período de guerra lá. Meu pai era Ministro da Fazenda de Benito Mussolini. Mudamos de cidade várias vezes: Bréscia, Roma, Veneza, Milão, Áustria — sempre acompanhando os movimentos da República Social Italiana.

Os livros, nessa época, eram o grande pesadelo de minha mãe. Quando mudávamos de cidade, a primeira coisa que tínhamos que fazer era empacotar os volumes. Meu pai sempre trazia novas obras para a grande biblioteca de casa.

Tive uma infância boa, graças à calma de meus pais. Uma das cidades em que vivi boa parte da infância, a Bréscia, era alvo constante de bombardeios. Não eram poucas as vezes que as escolas fechavam e tínhamos aulas na casa dos professores, que ficavam afastadas do centro. Quando criança, segui uma literatura mais romântica. Nessa época li os clássicos italianos e franceses como Os Três Mosqueteiros,de Alexandre Dumas; Os Noivos e outras tantas obras de Alessandro Manzoni. (continua) Fonte: Conjur

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa

Machado de Assis: obra completa disponível para download gratuito

Machado de Assis - Obra completa

Clique aqui para acessar a Coleção Digital Machado de Assis e fazer dowload gratuito da sua obra completa.

Deixe um comentário

Arquivado em E-books, Bibliotecas Digitais

Uso inadequado de luvas por eletricista é culpa recíproca

 Usar luvas de pelica para executar trabalho de risco foi motivo de demissão por justa causa de um eletricista da AES Sul Distribuidora Gaúcha de Energia S.A. Segundo a empresa, ele teria cometido ato de indisciplina, pois, mesmo sabendo que as luvas adequadas seriam de borracha teria utilizado as de couro. Revertida em dispensa imotivada pela Justiça do Trabalho do Rio Grande do Sul, a demissão foi modificada no Tribunal Superior do Trabalho, que considerou o caso como sendo de culpa recíproca.

Segundo a Quarta Turma do TST, essa foi a melhor solução jurídica para o conflito, pois houve culpa também da empresa, que deixou de fiscalizar e fazer cumprir as normas de segurança e medicina do trabalho. Além disso, considerou que teria ocorrido desproporção entre a falta do empregado e a punição com a demissão por justa causa. Inconformada com esse resultado, a empregadora interpôs embargos, sem sucesso, à Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1), que não conheceu do recurso. (continua) Fonte: TST

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

CNJ faz acordo para proteção de direitos da criança e adolescente

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) assinou na manhã desta terça-feira (9) convênio com o governo federal e o Conselho Nacional do Ministério Público para proteção dos direitos das crianças e adolescentes. Nessa semana, é comemorado o Dia das Crianças.

O documento, intitulado “Carta de Constituição de Estratégias em Defesa da Proteção Integral dos Direitos da Criança e do Adolescente”, é organizado em quatro eixos: estímulo à convivência familiar, combate à violência sexual contra crianças e adolescentes, melhora no sistema de punição de menores infratores e erradicação do trabalho infantil.

Entre os objetivos, está diminuir o período em que crianças ficam em abrigos longe da família, aumentar a rapidez na investigação e punição de acusados de molestar crianças, incentivar punições diferentes da internação para menores infratores e intensificar a fiscalização do trabalho infantil. (continua) Fonte: Folha de São Paulo

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias gerais

“Só fiz esta carta mais longa porque não tive tempo de a fazer mais breve.”

Blaise Pascal

Deixe um comentário

Arquivado em Frases-na-literatura

O perfeccionismo de Otto Lara Resende

O perfeccionismo de Otto Lara Resende fica evidente por meio das marcas deixadas por ele nos documentos e livros de seu acervo, guardado pelo Instituto Moreira Salles desde 1996. Com desmedida devoção aos detalhes de seu próprio trabalho, o escritor e jornalista não se contentava apenas com as alterações nos manuscritos. Riscava e reescrevia também trechos em suas obras já impressas.

Alterações feitas por Otto no livro Boca do Inferno, 1957

Otto, que estreou na literatura em 1952, aos 30 anos, com O lado humano, publicaria a segunda coletânea de contos, Boca do inferno, cinco anos depois. Em vez de optar pela visão romântica da infância, que mostra as crianças como inocentes e inconscientes dos próprios atos, nas sete narrativas de Boca do Inferno o autor retratou seus pequenos personagens como seres capazes de pensamentos cruéis e atitudes perversas. (continua) Fonte: Blog do IMS

Deixe um comentário

Arquivado em Literatura, Livros, Língua Portuguesa