Arquivo do mês: setembro 2012

Um conjunto de fotografias raras da Biblioteca Nacional passou a integrar a Biblioteca Digital Mundial.

A Biblioteca Nacional disponibiliza mais um acervo à Biblioteca Digital Mundial. Um conjunto de mais 110 fotografias raras da Biblioteca Nacional, pertencentes ao álbum Siege de Paris: 1870–1871 (O cerco de Paris:1870–1871), feitas pelo francês Auguste Bruno Braquehais (1823–1875), pioneiro do fotojornalismo, passou a integrar as páginas da Biblioteca Digital Mundial.

O álbum faz parte da coleção Thereza Christina Maria, compilada pelo Imperador Pedro II e doada por ele à BN. A Coleção do Imperador: Fotografias brasileiras e estrangeiras do século XIX, com cerca de 23 mil fotografias do século XIX, é reconhecida pela Unesco, desde 2003, como Memória do Mundo.

O Brasil é um dos pioneiros na construção da World Digital Library. Fonte: Blog da BN

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

TST enquadra coleta de lixo como atividade de risco

 

A Segunda Turma do TST firmou entendimento de que a atividade de coleta de lixo em vias públicas e feita com a utilização de caminhões, enquadra-se na classificação de atividade de risco.

Com o reconhecimento da responsabilidade objetiva da empresa Proposta Engenharia de Edificações Ltda. por dano causado a um gari, o Colegiado confirmou a condenação ao pagamento de 150 salários mínimos, por danos moral e estético, oriunda do Tribunal Regional de Campinas (15ª).

O ministro Renato Lacerda de Paiva, relator dos autos, destacou que a teoria da responsabilidade objetiva pelo risco criado tem aplicação na atividade desenvolvida pela empresa atuante no ramo de limpeza urbana e, teve sua origem, na necessidade de responsabilizar o empregador pelas doenças profissionais adquiridas e pelos acidentes sofridos por seus empregados no exercício regular da atividade laboral. Isso, segundo o ministro, em razão da natural dificuldade daqueles em comprovar a culpa do patrão. (confirma) Fonte: TST

 

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Mendigo ou mendingo? Descubra com o jogo dos 100 erros da Língua Portuguesa

Brinque neste jogo e evite 100 erros comuns da língua portuguesa. Clique aqui para jogar.

 

 

 

 

 

 

Fonte: Educar para crescer

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Jornalista da TVE recebe indenização por falta de liberdade profissional.

 Uma jornalista da Fundação Cultural Piratini Rádio e Televisão no Estado do Rio Grande do Sul (RS) será indenizada em R$ 10 mil por danos morais após a comprovação de ato de cerceamento da liberdade profissional por parte da Fundação. A decisão, por unanimidade, foi tomada pela Oitava Turma do Tribunal Superior do Trabalho, que ao negar provimento ao recurso da Fundação manteve a condenação imposta pelo Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS). A Fundação opera uma emissora pública de televisão, a TV Educativa (TVE) do Rio Grande do Sul.

A jornalista em sua inicial narra que foi escalada para fazer uma matéria para a TVE sobre a troca da direção da Secretaria de Transparência do Estado do Rio Grande do Sul. Na matéria seriam entrevistados o recém-nomeado para o cargo e a secretária demissionária. A jornalista destacou que a ex-secretária, ao pedir demissão, havia criticado publicamente o Governo do Estado por este não haver estruturado a Secretaria. As críticas segundo a jornalista foram amplamente divulgadas pela imprensa gaúcha à época.

Após pronta a reportagem sobre a troca de secretários, a jornalista foi informada que sua matéria não seria veiculada e que estaria afastada, a partir daquela data, do jornalismo político, sendo proibida a sua presença no Palácio Piratini, sede do governo gaúcho. (continua) Fonte: TST

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Julgado do STF comentado: Legitimidade do Ministério Público: ACP e pontuação em concurso público

O Ministério Público tem legitimidade para promover ação civil pública sobre direitos individuais homogêneos quando presente o interesse social. Essa a orientação da 1ª Turma que, em conclusão de julgamento e, por maioria, proveu recurso extraordinário no qual discutida a legitimidade ativa ad causam daquele órgão. No caso, Ministério Público estadual ajuizara ação civil pública em torno de certame para diversas categorias profissionais de determinada prefeitura, em que asseverara que a pontuação adotada privilegiaria candidatos os quais já integrariam o quadro da Administração Pública Municipal — v. Informativo 545. Salientou-se que a matéria cuidada na ação proposta teria a relevância exigida a justificar a legitimidade do Ministério Público estadual. Vencido o Min. Menezes Direito, que desprovia o recurso.

O professor Luiz Dellore comenta o julgado. Clique aqui para assistir o vídeo. Fonte: Atualidades do Direito

 Informativo 677/STF - Legitimidade do MP para ACP

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos, Notícias jurisprudenciais

Carro coberto por mais de 900 livros leva literatura para lugares em que ela não está disponível

 
Esse Ford é coberto por mais de 900 livros e é criação do artista Argentino Raul Lemesoff.

Ele viaja ao redor de cidades argentinas, onde livros não são tão facilmente disponíveis, distribuindo-os de graça.

O carro foi nomeado de “Arma de destruição em massa”, no qual o artista diz ser “a contribuição para a paz através da literatura” e tem como objetivo “levar literatura para os lugares em que ela não pode ser encontrada”.

Fonte: Livros Ilimitados

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Revista Zênite – Informativo de Licitações e Contratos nº 222 – ago/2012

Encontra-se disponível na Biblioteca. Veja sumário.

Deixe um comentário

Arquivado em Sumário de Periódicos

Empregados em serviços de limpeza poderão ganhar adicional de insalubridade

Tramita na Câmara o Projeto de Lei 3995/12, do Senado, que classifica como insalubres e penosas as atividades dos empregados em serviços de limpeza, de asseio, de conservação e de coleta de lixo. Se a medida for aprovada, esses trabalhadores passarão a receber adicional de insalubridade.

Segundo a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT – Decreto-Lei 5.452/43), que é alterada pela proposta, esse adicional é, respectivamente, de 40%, 20% e 10% do salário-mínimo da região, conforme a atividade se inclua nos graus máximo, médio ou mínimo de insalubridade. A CLT considera como insalubre a atividade que exponha o empregado a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância fixados pelo Ministério do Trabalho. (continua) Fonte: Agência Câmara

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

Vídeo: Trabalho infantil reduz 14%, mas quase 4 mi ainda são exploradas

Em dois anos, cerca de 600 mil crianças deixaram de trabalhar. Apenas na região Norte exploração da mão-de-obra aumentou.

Fonte: Jornal Nacional. Clique aqui para assistir a reportagem.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio divulgada na última sexta-feira (21) pelo IBGE mostrou um avanço, ainda que pequeno, em um problema que envergonha o Brasil: o trabalho infantil.   

Leandro tem apenas 6 anos de idade e já trabalha com os irmãos em Buíque, sertão de Pernambuco. Eles seguem os passos do pai, que ainda menino aprendeu a usar a enxada.

“Filhos e netos, tudo trabalha na roça. Tem que comer da roça, né? Aí para um pouco de estudar”, fala o agricultor Félix Siqueira.

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

Não cumprir as próprias normas de gestão de pessoas leva supermercado a condenação

 Um supermercado pertencente ao grupo Wal Mart Brasil Ltda., que descumpriu suas próprias regras ao demitir um empregado, não conseguiu obter êxito no recurso de revista analisado pela Sétima Turma do TST. A indenização a ser paga ao empregado foi imposta pelo TRT do Paraná (9ª Região).

O documento denominado “Política para Orientação para Melhoria” foi criado pelo WMS Supermercados do Brasil S.A. e previa que toda demissão, independente de sua natureza, somente poderia acontecer se baseada na completa aplicação do procedimento ali previsto. Para os casos de demissão sem justa causa o texto era expresso no sentido de que essa somente poderia ser aplicada após o empregado passar pela terceira fase da política de melhoria. (c0ntinua) Fonte: TST

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias jurisprudenciais

Prazer no trabalho: um estudo comparativo entre músicos profissionais e policiais militares

Por Ana Beatriz Leal. Dissertação apresentada à Escola Brasileira de Administração Pública e de Empresas/Fundação Getúlio Vargas como pré-requisito para obtenção do grau de Mestre em Administração Pública, orientada pela Professora Dra. Sylvia Constant Vergara. Rio de Janeiro, 2006

Disponível na Biblioteca Digital da FGV. Acessível em: http://bibliotecadigital.fgv.br/dspace/bitstream/handle/10438/3349/ana.pdf?sequence=1

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas de leitura

Evolução da leitura e do livro

Foto: A Evolução da Leitura.
Fonte: Biblioteca Mário Henrique Simonsen / FGV

Deixe um comentário

Arquivado em Fotos, audios e vídeos

MEC reafirma posição a favor da obra de Monteiro Lobato

O Ministério da Educação reafirmou nesta terça-feira, 25, a posição absolutamente contrária a qualquer tipo de censura à obra do escritor Monteiro Lobato (1882-1948). Ações propostas no Supremo Tribunal Federal (STF) pelo Instituto de Advocacia Racial e Ambiental (Iara) e pelo técnico em gestão educacional Antônio Gomes da Costa Neto argumentam que a obra As caçadas de Pedrinho tem conteúdo racista. O MEC, baseado em parecer do Conselho Nacional de Educação (CNE), entende que uma nota explicativa nas edições futuras é instrumento suficiente para contextualizar a obra.

Em reunião nesta terça-feira, 25, em Brasília, proposta pelo ministro Luiz Fux, do STF, com representantes de movimentos de combate ao racismo, os secretários do MEC de educação básica, Cesar Callegari, e de educação continuada, alfabetização, diversidade e inclusão, Cláudia Dutra, defenderam o valor literário da obra de Lobato. Para Callegari, o acesso à informação científica e cultural deve ser preservado. “O MEC defende a plena liberdade de ideias e o acesso dos estudantes a produções culturais e científicas com a mediação de um professor”, afirmou.

De acordo com Cláudia Dutra, o Ministério da Educação tem trabalhado na formação de professores para a educação etnorracial. “Entre 2006 e 2012, foram formados mais de 139 mil professores, e a demanda da área para os próximos dois anos é de 56 mil profissionais”, disse. “O MEC assumiu o compromisso da expansão dos programas de formação.”

Os resultados da reunião desta terça-feira serão encaminhados ao ministro Luiz Fux, a quem cabe tomar a decisão sobre o tema.
Fonte: Ascom/MEC

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos

Pela leitura “slow”

Leitura dinâmica

Eu passo todo dia por um outdoor que promete que uma pessoa pode ler um livro de duzentas páginas em vinte minutos, se usar um determinado método de leitura rápida. Quando vou ao supermercado, eles também estão lá, os vendedores do tal método. Parece que todo mundo tem necessidade de ler depressa.

(…)

Eu acho um contra-senso que com índices tão grandes de analfabetismo funcional haja preocupação em ler rápido. Isso só piora as coisas. Antes de ler rápido, é preciso ler bem. Quem não tem intimidade com as letras precisa mais ainda da leitura lenta. Esse leitor deve ser estimulado a fazer justamente o contrário da leitura dinâmica: ele deve voltar aos trechos difíceis, pensar no assunto, procurar o significado das palavras, entender o que o autor quis dizer. A velocidade vem com o tempo e com a própria leitura. (continue lendo) Fonte: Livros e afins

Deixe um comentário

Arquivado em Artigos e entrevistas

Com quase 500 livros, biblioteca em barbearia atrai clientes em Goiânia

Ruimar Ferreira administra a barbearia que funciona no Setor Oeste, em Goiânia, há quase 37 anos (Foto: Adriano Zago/G1)

A ideia de abrir um espaço cultural motivou o barbeiro Ruimar Ferreira, de 54 anos, a montar uma biblioteca dentro de sua barbearia, que funciona desde 1976 no Setor Oeste, em Goiânia. O acervo do empresário, que tem a mesma profissão desde os 18 anos, já atinge quase 500 livros, todos doados por escritores goianos, amigos e clientes. Acompanhado da decoração retrô, o local recria o ambiente dos anos 70, o que atrai muitos clientes, inclusive políticos e celebridades.

“Os clientes levam os livros para casa e depois devolvem trazendo um ou dois livros a mais de presente. Alguns começam a ler o livro e depois voltam para terminar a leitura”, conta Ruimar, que já atendeu políticos como o presidente do Senado, José Sarney (PMDB), e celebridades, como o cantor Milton Gonçalves. Políticos de Goiás, como o ex-prefeito de Goiânia ex-governador do estado Iris Rezende, também são clientes do salão. Ruimar não cobra nenhuma taxa nem faz anotação quando alguém pega um exemplar de sua biblioteca emprestado. Tudo é feito “na base da confiança”. (continua) Fonte: G1

Deixe um comentário

Arquivado em Diversos