Projeto sobre greve no setor bancário divide senadores

Iniciada nesta terça-feira (18), a greve dos bancários registrou, em seu primeiro dia de vigência, a paralisação de 5.132 agências e centros administrativos em todo o país, segundo balanço divulgado pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-Cut).

A paralisação, por tempo indeterminado, foi aprovada no dia 12, depois de várias rodadas de negociação com representantes da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Entre as reivindicações da categoria estão 10,25% de aumento salarial, além de piso de R$ 2.416,38 e Plano de Cargos e Salários para todos os bancários.

Se convertido em lei, o projeto do senador Ciro Nogueira (PP-PI), em análise no Senado, pode restringir greves no setor. O PLS 127/2012 modifica a lei que trata do direito de greve, define as atividades essenciais e regula o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade (Lei 7.783/1989) para incluir todos os serviços bancários como essenciais. Pela legislação em vigor, apenas a compensação está no rol das atividades essenciais. (continua) Fonte: Agência Senado

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias legislativas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s